sicnot

Perfil

Mundo

Tigre que matou tratadora na Nova Zelândia não será abatido

O tigre que matou a tratadora, num jardim zoológico na Nova Zelândia, não será abatido porque o ataque esteve "de acordo com os seus instintos naturais", informou hoje a administração.

Arquivo

Arquivo

REUTERS

A tratadora Samantha Kudewah morreu no domingo quando o animal, um tigre-de-sumatra chamado Oz, a atacou no zoo de Hamilton, a sul de Auckland.

O Conselho de Hamilton, que gere o jardim zoológico, descreveu a morte de Kudewah como uma tragédia, mas disse que não havia nada a ganhar em matar o tigre.

"Apesar de haver um risco inerente aos funcionários do zoo que lidam com grandes gatos como Oz, não há um risco superior, não há razão para abatermos Oz", disse o gerente comunitário do conselho, Lance Vervoort, em comunicado.

"A decisão é nossa. O Oz é um animal significativo para a sua espécie. É pai de duas crias e é vital para o programa de reprodução para conservar esta espécie rara. A opinião maioritária dos profissionais do zoo é que o ataque de Oz a Samantha esteve de acordo com os seus instintos naturais", afirmou.

Os tigres-de-sumatra fazem parte da lista de espécies ameaçadas, estimando-se que apenas restem 500 em estado selvagem.

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20

    País

    Dois jovens com cerca de 20 anos foram ao final da tarde deste sábado atropelados mortalmente na freguesia de Arazede, concelho de Montemor-o-Velho. O repórter da SIC Miguel Ângelo Marques falou com o segundo comandante dos Bombeiros Voluntários de Montemor-o-Velho, Rui Coceiro, que revelou que as vítimas foram declaradas mortas ainda no local.

  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições. Apesar de ter dito que se iria demitir, Florival Cardoso continua em funções.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de três armas da PSP, recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avança hoje que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Casal português com protesto semelhante ao do filme "Três Cartazes à Beira da Estrada"
    3:23
  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07