sicnot

Perfil

Mundo

Marine Le Pen será julgada em outubro por incitamento ao ódio racial em França

A líder da extrema-direita francesa, Marine Le Pen, será julgada a 20 de outubro, em Lyon, por alegada incitação ao ódio racial, divulgaram hoje fontes judiciárias.

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

É a primeira vez que a presidente da Frente Nacional (FN) deverá responder perante um juiz pela acusação de "incitação ao ódio racial".

Interrogada hoje pela agência de notícias francesa AFP sobre a sua presença nesta audiência, a líder política respondeu que comparecerá em tribunal.

"Sim, claro. Eu não vou perder essa oportunidade!", declarou.

Em dezembro de 2010, durante uma reunião com os seus partidários em Lyon, Marine Le Pen -- enquanto fazia campanha para a Presidência pelo FN -- denunciou num discurso "as preces de rua" dos muçulmanos, comparando-os à ocupação nazi durante a II Guerra Mundial.

O seu discurso valeu-lhe uma investigação preliminar pela procuradoria de Lyon por incitação ao ódio racial.

Esta investigação foi encerrada em setembro de 2011, mas uma associação interveio junto de um juiz de instrução de Lyon e uma investigação judicial foi aberta em janeiro de 2012.

Ao votar o levantamento da sua imunidade parlamentar em 02 de julho de 2013, o parlamento europeu abriu a via para a acusação e o julgamento da eurodeputada.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.