sicnot

Perfil

Mundo

Papa diz que espera pelo fim do embargo dos EUA a Cuba

Papa diz que espera pelo fim do embargo dos EUA a Cuba

O Papa Francisco chegou esta terça-feira aos Estados Unidos. O avião em que viajou desde Cuba aterrou na base militar de Andrews, que serve a cidade de Washington. É pela capital que o Papa inicia a visita oficial aos Estados Unidos, onde foi recebido, à chegada, por Barack Obama e pela família do Presidente norte-americano. Em Washington, o Papa Francisco vai ainda discursar no Congresso norte-americano e canonizar um missionário espanhol. Depois, segue para Nova Iorque, onde vai celebrar uma missa em memória das vítimas dos atentados do 11 de setembro. A agenda muito preenchida desta visita de 6 dias termina em Fidadélfia. Ainda a bordo do avião, o Papa aproveitou a viagem de Cuba para os Estados Unidos para responder às perguntas dos jornalistas. Francisco disse esperar que o restabelecimento de relações diplomáticas entre os dois países possa conduzir ao fim do embargo americano a Cuba.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.