sicnot

Perfil

Mundo

Primeiro-ministro do Burkina Faso libertado, Exército entra na capital

Primeiro-ministro do Burkina Faso libertado, Exército entra na capital

O comando golpista do Burkina Faso libertou hoje o primeiro-ministro interino, sob residência vigiada no Palácio Presidencial há seis dias. Ao mesmo tempo que as forças leais à transição entraram em Ouagadougou e aguardam a rendição dos rebeldes.

Personalidade "chave" da transição política após o golpe de Estado de outubro de 2014, que derrubou o regime de 28 anos do até então Presidente Blaise Campaoré, o chefe do executivo interino, Isaac Zida, foi colocado na sua residência oficial, enquanto o Presidente Michel Kafando foi, a 18 deste mês, entregue na residência do embaixador de França.

  • Jorge Sampaio dá as boas-vindas a 54 estudantes sírios que chegaram esta madrugada a Lisboa
    0:30

    País

    O avião da Força Aérea Portuguesa vindo de Beirute aterrou no Aeroporto Militar Figo Maduro, em Lisboa, às 4h30. Estes estudantes vão, numa primeira fase, frequentar um curso intensivo de português. Depois serão integrados em universidades e politécnicos de Lisboa, no âmbito do programa de bolsas de estudo de emergência para estudantes sírios dirigido por Jorge Sampaio.

  • Carlos César promete reforço da transparência de titulares de cargos políticos
    2:13

    País

    O recém re-eleito presidente do PS apontou reforço da transparência de titulares de cargos políticos como uma das prioridades do partido, no discurso que fez esta mmanhã no congresso socialista. Enquanto isso, à porta do Centro de Exposições da Batalha, lesados do BES esperavam Costa e César para exigir o cumprimento de promessa.

  • "Acabámos com o mito de que é a direita que sabe governar as finanças públicas"
    2:15
  • Conselhos sobre as novas regras de proteção de dados 
    2:08
  • Protestos em Gaza vão continuar promete Hamas
    1:19

    Mundo

    Na fronteira da Faixa de Gaza com Israel, dezenas de palestinianos ficaram feridos noutra sexta-feira de protesto contra o bloqueio israelita. O Hamas que controla o território diz que as manifestações vão continuar apesar da repressão.

  • Jogo é a 3.000 km de Madrid mas em Santiago de Bernabéu está tudo a postos para a festa
    1:49
  • Restaurantes para grávidas, rooftops e uma viagem pelo Douro vinhateiro
    12:58