sicnot

Perfil

Mundo

Papa pede ao bispos dos EUA para acolherem os imigrantes "sem medo"

O papa Francisco pediu hoje aos bispos norte-americanos para acolherem "sem medo" os imigrantes da América Latina porque isso vai enriquecer tanto os Estados Unidos como a Igreja católica.

© POOL New / Reuters

O papa, que falava na catedral de S. Mateus, em Washington, instou por outro lado os bispos a trabalhar para que "não se repitam nunca mais" os "crimes" e os "momentos obscuros" que constituíram os abusos sexuais de menores por membros da Igreja católica dos Estados Unidos.

"Nenhuma instituição norte-americana fez mais pelos imigrantes que as comunidades cristãs", disse. "Como como um pastor do sul", disse o papa argentino, "sinto necessidade de vos encorajar".

"Talvez não seja fácil para vós ler a alma (dos imigrantes). Talvez a sua diversidade seja um desafio para vós. Mas saibam que eles também têm recursos para partilhar (...) Estou certo de que, como ocorreu tantas vezes no passado, estas pessoas vão enriquecer a América e a sua Igreja", disse.

Os imigrantes da América Latina representam cerca de 40% dos católicos no país e têm estado no centro do debate político, sobretudo entre os candidatos à nomeação republicana para as presidenciais de 2016.

O papa exortou por outro lado os bispos norte-americanos à unidade com Roma, afirmando que a Igreja "não se pode deixar partir em pedaços ou tornar-se objeto de querelas", e a aprofundarem "o diálogo" com os fiéis.

Sobre a questão dos abusos sexuais de menores, embora sem a referir especificamente, Francisco sublinhou "o valor" com que os bispos norte-americanos enfrentaram "os momentos obscuros", "sem temerem as autocríticas nem pouparem humilhações e sacrifícios" e com "generoso empenho" a favor das vítimas.

O papa Francisco pediu publicamente perdão pelos abusos sexuais cometidos por membros da Igreja católica e reforçou as sanções para os membros do clero envolvidos nesse tipo de crime.

Nos Estados Unidos, o escândalo dos abusos sexuais de menores por padres católicos rebentou nos anos 1980, desacreditando a hierarquia católica e levando à falência várias dioceses, obrigadas a pagar avultadas indemnizações a vítimas.

Lusa

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.