sicnot

Perfil

Mundo

Garrafa de champanhe com 100 anos vendida por 116.375 dólares nos EUA

Uma garrafa de champanhe Krug de 1915 foi vendida por 116.375 dólares num leilão em Nova Ioque, num pacote que inclui alojamento em Champagne, nordeste de França, para quatro pessoas que vão degustar a garrafa no local.

Em 2011, uma garrafa de Veuve-Clicquot 1841 foi adquirida por 30 mil euros, um montante considerado recorde. (Arquivo)

Em 2011, uma garrafa de Veuve-Clicquot 1841 foi adquirida por 30 mil euros, um montante considerado recorde. (Arquivo)

© Lehtikuva Lehtikuva / Reuters

A garrafa de champanhe vendida na sexta-feira num leilão organizado pela leiloeira Sotheby's nunca deixou a cave da casa Krug, hoje em dia controlada pelo LVMH, escreve a AFP.

O comprador da garrafa centenária, cujo nome não foi divulgado, será recebido pela casa Krug por dois dias com três convidados à sua escolha.

Em 2011, uma garrafa de Veuve-Clicquot 1841 foi adquirida por 30 mil euros, um montante considerado recorde.

Em 2008, a casa Acker Merrall & Condit tinha vendido em Nova Iorque duas garrafas de Dom Pérignon Rosé de 1959 por 84.700 dólares, mas ao câmbio da época a venda foi estimada em cerca de 54.000 euros, ou seja, menos do valor de cada garrafa Veuve-Clicquot 1841.

Lusa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite