sicnot

Perfil

Mundo

Príncipe saudita detido nos Estados Unidos por forçar mulher a sexo oral

Um príncipe saudita foi detido em Los Angeles, suspeito de ter forçado uma mulher a fazer-lhe sexo oral na sua casa de Beverly Hills, informou na sexta-feira a polícia local.

O príncipe, de 28 anos, passou a noite na prisão e foi libertado sob fiança na quinta-feira após pagamento de caução de 300.000 dólares. (Arquivo)

O príncipe, de 28 anos, passou a noite na prisão e foi libertado sob fiança na quinta-feira após pagamento de caução de 300.000 dólares. (Arquivo)

Hasan Sarbakhshian

A polícia deteve o príncipe Majed Abdulaziz na quarta-feira depois de um telefonema de testemunhas que viram a mulher ensanguentada e a pedir ajuda, quando tentava escalar um muro à volta da propriedade, segundo o jornal Los Angeles Times.

O príncipe, de 28 anos, passou a noite na prisão e foi libertado sob fiança na quinta-feira após pagamento de caução de 300.000 dólares.

O indivíduo está também acusado de sequestro, agressão e ameaças de matar ou ferir alguém.

Majed Abdulaziz deverá comparecer perante a justiça a 19 de outubro. O homem arrisca uma pena até oito anos de prisão e multa de 10.000 dólares.

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras