sicnot

Perfil

Mundo

Há água em estado líquido em Marte, garante a NASA

A agência espacial norte-americana anunciou hoje que tem provas da existência de água em estado líquido - e salgada - no planeta Marte. A descoberta foi feita pela sonda Mars Reconnaissance Orbiter.

Os cientistas dizem ter descoberto o que chamaram de linhas de água estreitas - as estrias mais escuras nesta imagem -, com menos de 5 metros de largura

Os cientistas dizem ter descoberto o que chamaram de linhas de água estreitas - as estrias mais escuras nesta imagem -, com menos de 5 metros de largura

Existe água no "planeta vermelho" atualmente e esta flui de forma intermitente. O anúncio foi feito esta tarde numa conferência de imprensa, depois da NASA ter dito que ia hoje revelar uma importante descoberta científica.

Os cientistas dizem ter descoberto o que chamaram de linhas de água estreitas, com menos de 5 metros de largura, que aparecem durante as estações quentes em certas regiões de Marte, que diminuem nas estações do ano mais frias.

Ainda não é conhecida a origem da água, mas os cientistas da NASA acreditam que esta sobe à superfície a partir de gelo ou reservatórios subterrâneos salgados.

Esta descoberta aumenta as hipóteses da existência de vida no planeta.

  • "O PSD não é o bombeiro de serviço desta geringonça"
    1:09

    TSU

    O líder da bancada social-democrata avisa os partidos da esquerda para que tenham o caso da TSU como exemplo e não voltem a usar o PSD como muleta em situações em que não estejam de acordo com o Governo, como pode vir a acontecer com as PPP no setor da saúde. Luís Montenegro foi entrevistado esta manhã na SIC Notícias.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.