sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 130 mortos em ataque da coligação árabe a casamento no Iémen

Pelo menos 131 pessoas morreram e dezenas ficaram hoje feridas num bombardeamento da coligação militar liderada pela Arábia Saudita a um casamento na província de Taiz, sudoeste do Iémen, noticiou a agência oficial Saba, controlada pelo movimento rebelde Huthi.

Abdulnasser Alseddik

A mesma fonte acrescentou que o balanço é ainda provisório e que todas as vítimas são civis, a maioria delas mulheres e menores.

O Ministério do Interior iemenita, também sob o controlo dos Huthi, disse em comunicado que entre os mortos há pelo menos 70 mulheres.

A agência noticiosa iemenita precisou que o ataque ocorreu na zona de Wahya, na região de Dabab, situada perto do porto de Al-Makha, na costa do mar Vermelho, a cerca de 250 quilómetros a sudoeste da capital, Sanaa.

As equipas de resgate continuam a trabalhar "no meio de grandes dificuldades, devido à escassez de pessoal médico e de combustível para as ambulâncias".

Segundo a imprensa local, o bombardeamento tinha como alvo duas grandes tendas e uma concentração de veículos que se encontravam próximos do lugar onde se estava a celebrar o casamento.

Por outro lado, a Saba indicou que a coligação árabe efetuou hoje mais de 30 bombardeamentos contra posições dos rebeldes e seus aliados na província petrolífera de Mareb, no norte do Iémen.

Os Huthi e as forças leais ao ex-presidente iemenita Ali Abdallah Saleh estão a tentar controlar as províncias de Mareb e Taiz para ficarem numa posição mais forte em futuras negociações com o Governo do atual chefe de Estado, Abdrabuh Mansur Hadi.

No domingo, pelo menos 28 civis morreram e 17 ficaram feridos num bombardeamento da coligação a uma localidade situada perto da fronteira iemenita com a Arábia Saudita.

A coligação liderada por Riade está a atuar no Iémen contra os Huthi desde março deste ano, quando estes conseguiram expulsar Hadi da cidade de Aden, à qual o Presidente regressou na semana passada, após os avanços registados no terreno pelas suas tropas, apoiadas pela aviação árabe.

Os bombardeamentos dos aliados árabes sunitas atingiram em muitas ocasiões alvos civis e fizeram vítimas entre a população em zonas sob o controlo dos rebeldes, especialmente na capital.

Lusa

  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • Explosão próximo do aeroporto de Damasco

    Mundo

    A televisão do movimento xiita libanês Hezbollah, aliado do regime sírio, noticiou hoje que a explosão ocorrida esta madrugada perto do aeroporto de Damasco "foi provavelmente" resultado de um ataque israelita contra depósitos de combustível.

  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Os filhos do divórcio
    20:50
  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • "Esta moda bizarra de não vacinar crianças tem tido estas consequências"
    1:43

    Surto de sarampo

    Há mais um caso de sarampo registado pela Direção-Geral da Saúde, no total já são 25. Francisco George garantiu que a situação não é preocupante para as crianças em idade escolar e recomendou uma discussão parlamentar sobre a vacinação. Mais de 11 mil pessoas já assinaram uma petição pública a defender a vacinação obrigatória. 

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e a organização espera ter 60 mil participantes.