sicnot

Perfil

Mundo

Hollande e Putin discutem situação no território sírio antes de cimeira sobre Ucrânia

Os Presidentes francês e russo, François Hollande e Vladimir Putin, respetivamente, vão discutir a situação na Síria na sexta-feira em Paris, à margem de uma cimeira consagrada ao relançamento do processo de paz na Ucrânia, foi hoje divulgado.

© RIA Novosti / Reuters

Durante o encontro, que ocorre poucos dias depois do início dos ataques aéreos russos em território sírio, os dois líderes "vão discutir assuntos bilaterais e evidentemente a Síria", indicou a Presidência francesa.

Moscovo, que propôs cooperar na luta internacional contra o grupo extremista sunita Estado Islâmico (EI) na Síria, e Paris divergem sobre o futuro do Presidente sírio, Bashar al-Assad.

A Rússia é um aliado tradicional do regime de Damasco, enquanto a França defende que Bashar al-Assad deve deixar o poder o mais rápido possível, acusando-o de ser a principal causa do caos na Síria.

A Síria é desde março de 2011 cenário de uma guerra civil que já provocou mais de 240 mil mortos, segundo a organização não-governamental Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

"A mensagem de França para a Rússia é clara. Uma cooperação sobre o território sírio só pode ser concebível se forem satisfeitas três condições: em primeiro lugar, os ataques na Síria visam o grupo Estado Islâmico e a Al-Qaida e não outros objetivos; em segundo lugar, o fim dos bombardeamentos com recurso a armas químicas, e em terceiro lugar, uma transição política clara, cujo resultado será a saída do Presidente Bashar al-Assad", frisou a mesma fonte.

Na quarta-feira, o ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Laurent Fabius, afirmou que os primeiros bombardeamentos aéreos da Rússia na Síria poderiam não ter visado o grupo extremista Estado Islâmico.

Hoje, o senador republicano norte-americano John McCain afirmou à cadeia CNN poder "confirmar absolutamente" que alguns dos primeiros ataques russos na Síria atingiram rebeldes apoiados pelos Estados Unidos e treinados pela CIA.

Após o encontro com Hollande, o Presidente russo também vai encontrar-se no Eliseu (sede da Presidência francesa) com a chancelar alemã, Angela Merkel, que participa igualmente na cimeira dedicada à Ucrânia.

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa. A Direção-Geral de Saúde vai divulgar ainda esta terça-feira as normas de orientação clínica para que os médicos possam lidar da melhor maneira com este surto.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Incêndio num estádio em Xangai destrói parte da bancada

    Mundo

    O Estádio Hongkou da equipa chinesa Shanghai Shenhua foi atingido esta terça-feira por um incêndio que acabou por danificar parte da bancada e algumas salas no interior da infraestrutura. Para o local, foi enviada uma equipa de bombeiros que conseguiu controlar as chamas.