sicnot

Perfil

Mundo

Temperatura média global sobe 2,7ºC no fim do século

A temperatura média à superfície da Terra aumentará 2,7ºC no fim do século XXI, perante as promessas de redução dos gases com efeito de estufa feitas por diversos países, revela um estudo divulgado hoje.

© Toby Melville / Reuters

A investigação é divulgada na data-limite fixada pela ONU para o anúncio, por parte dos Estados, de compromissos ambientais.

Os compromissos não permitem, no entanto, alcançar a meta traçada pela comunidade internacional conter num máximo de 2ºC o aquecimento global.

Contudo, representam uma melhoria face a estimativas anteriores, de peritos do Climate Action Tracker (CAT), que, em setembro, apontaram um aumento da temperatura média entre 2,9ºC e 3,1ºC.

"A combinação dos planos climáticos nacionais, se forem aplicados, conduzem o aquecimento global a valores de 2,7ºC no horizonte de 2100", indica este organismo, que agrega quatro centros de investigação.

De acordo com o estudo hoje divulgado, é a primeira vez, desde 2009, data em que o CAT começou a avaliar as temperaturas com base nos compromissos climáticos dos países, que o aquecimento global esperado se fixa abaixo dos 3ºC.

Hoje, cerca de 140 países, representando perto de 80 por cento das emissões atuais de gases com efeito de estufa, submeteram as suas projeções de emissões para 2025-2030.

A ONU pediu aos 195 membros da Convenção das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas para que apresentassem, até 01 de outubro, os seus compromissos em defesa do ambiente, tendo em vista a Conferência do Clima de Paris, em novembro.

Na conferência, que decorre de 30 de novembro a 11 de dezembro, pretende-se que os países cheguem a um acordo sobre os mecanismos que permitem travar o aquecimento planetário, a fim de manter a meta do aumento da temperatura de 2ºC, em relação à era pré-industrial.

Lusa

  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Pescador resgatado de um lago gelado na Estónia
    1:08
  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.