sicnot

Perfil

Mundo

Polícia abateu palestiniano que matou dois israelitas e feriu outros dois em Jerusalém

A polícia israelita matou hoje a tiro um palestiniano que estava com uma faca e uma arma de fogo após atacar quatro israelitas, dois dos quais acabaram por morrer, na Cidade Velha de Jerusalém, informaram fontes da segurança.

ABIR SULTAN/EPA

O ataque acontece num momento de grande tensão em Israel, após confrontos ente a polícia e palestinianos junto à mesquita de Al-Aqsa, um local sagrado para judeus e muçulmanos.

Horas antes, um dirigente do Hamas exortou os palestinianos a pegarem em armas para "defender" a mesquita de Al-Aqsa em Jerusalém, depois de um aumento do número de visitantes judeus ao local.

"A única solução para defender a mesquita de Al-Aqsa e impedir os israelitas de levarem a cabo os seus planos passa pelos residentes da Cisjordânia e de Jerusalém pegarem em armas", afirmou Mahmud Zahar numa entrevista publicada na página daquele movimento islâmico na Internet.

As tensões aumentaram recentemente na Cisjordânia e em Jerusalém, com palestinianos a envolverem-se em confrontos com a polícia israelita junto à mesquita, considerado um local sagrado para judeus e muçulmanos.

  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Pescador resgatado de um lago gelado na Estónia
    1:08
  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.