sicnot

Perfil

Mundo

Subiu para 19 número de mortos em ataque dos EUA a hospital no Afeganistão

Subiu para 19 o número de vitimas mortais do bombardeamento dos Estados Unidos que atingiu um hospital em Kunduz, no Afeganistão.

APTN

A ofensiva conta os talibã falhou o alvo e atingiu um hospital dos Médicos Sem Fronteiras. Entre as vítimas estão 12 médicos e 7 doentes.

O Pentágono anunciou há instantes uma investigação completa ao caso, depois do comandante que lidera as forças americanas no terreno ter lamentado o incidente.

Nas reações, as Naçoes Unidas falam num ato indesculpável e potencialmente criminoso.
Também a Comissão Europeia já condenou a ofensiva e apelou à proteção das instalações humanitárias e de saúde.

  • Médicos Sem Fronteiras condenam ataque a hospital de Kunduz
    1:06

    Mundo

    A organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) condenou hoje o ataque aéreo que atingiu esta madrugada um hospital em Kunduz, no norte do Afeganistão, e que causou a morte de, pelo menos, nove elementos da organização e 37 feridos. Os Estados Unidos reconhecem que os bombardeamentos levados a cabo nas últimas horas podem ter causado danos colaterais.

  • Nove mortos, EUA admitem "danos colaterais" em hospital afegão

    Mundo

    Subiu para nove o número de membros da organização Médicos sem Fronteiras que morreram hoje devido a um bombardeamento na cidade de Kunduz, no norte do Afeganistão. Os Estados Unidos, que apoiam os ataques, reconhecem ter havido "danos colaterais" no edifício, mas garantem que estão a investigar o incidente. Os Talibãs já condenaram o ataque e atribuem a responsabilidades aos EUA.