sicnot

Perfil

Mundo

Número de mortos devido a tufão no sul da China sobe para 7

O número de mortos devido à passagem do tufão Mujigae, que causou cheias, chuvas torrenciais e ventos superiores a 170 km por hora, no sul da China, subiu hoje para sete, informou a agência oficial Xinhua.

(Arquivo)

(Arquivo)

© China Stringer Network / Reut

Desde domingo, o Mujigae levou à retirada de mais de 66 mil pessoas, destruiu 748 casas e causou prejuízos no valor de 175 milhões de Yuan (24,4 milhões de euros).

Na Região Autónoma Zhuang, na província de Guangxi, o tufão afetou 1,44 milhões de pessoas até às 13:00 de hoje na China, segundo as autoridades. Em Nanning, capital da província, uma pessoa morreu quando uma árvore lhe caiu em cima.

Na cidade de Foshan, o tufão causou três mortos, enquanto 16 pescadores estão desaparecidos e um morreu, na cidade costeira de Zhanjiang, província de Guangdong.

Voos e comboios foram cancelados nas províncias de Guangdong, Guangxi e Hainan, numa altura em que milhões de chineses gozam uma semana de férias.

O Mujigae é o vigésimo primeiro tufão a atingir a China este ano.

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.