sicnot

Perfil

Mundo

Descoberta nova espécie de mamífero na Indonésia

Cientistas de vários países que estavam a trabalhar na Indonésia descobriram uma nova espécie de mamífero, chamado rato do nariz achatado, devido às suas características jamais antes observadas pelos cientistas.

maailm.postimees.ee/

Esta criatura foi descoberta numa região de montanha isolada na ilha de Sulawesi, no centro da Indonésia, informou o museu australiano de Victoria, cujos cientistas participaram nos trabalhos.

O rato, que tem o nome científico de Hyorhinomys stuempkei, tem "características nunca antes vistas pela ciência", acrescentou o museu, num comunicado hoje publicado.

Esta descoberta foi feita por uma equipa de cientistas da Indonésia, Austrália e dos Estados Unidos.

Além do nariz rosa achatado e grande, em que as narinas têm uma forma semelhante à de um porco, o animal tem grandes orelhas, uma boca pequena e dentes frontais longos, segundo a mesma fonte.

Nas fotos tiradas, o mamífero parece ter o mesmo tamanho de um rato.

"Estou surpreendido por ter encontrado uma nova espécie de mamífero tão diferente das outras espécies que estão referenciadas pela ciência", disse Kevin Rowe, um dos cientistas do Museu Vitória.

Este mamífero é carnívoro e alimenta-se, provavelmente, de minhocas e larvas de inseto.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.