sicnot

Perfil

Mundo

Indonésia aceita ajuda internacional para combater incêndios

A Indonésia aceitou ajuda internacional para combater os incêndios florestais e agrícolas que geraram uma nuvem de fumo que há semanas envolve os países vizinhos.

© Antara Photo Agency / Reuters


Os incêndios ilegais, usados para limpar terrenos para plantações na Indonésia, afetaram as vizinhas Malásia e Singapura, atingidas por uma nuvem de fumo, que fez diminuir a qualidade do ar e obrigou ao encerramento de escolas e a cancelar eventos no exterior.

Jacarta destacou cerca de 25 mil efetivos e aviões para combater as chamas na ilha de Sumatra e na parte indonésia do Bornéu, mas os bombeiros encontraram dificuldades em controlar os fogos.

Inicialmente, as autoridades indonésias rejeitaram ajuda de Singapura -- com a tensão entre os países a escalar --, mas fontes oficiais disseram hoje que o Presidente Joko Widodo anunciou que aceitaria assistência internacional.

"Acordámos que vamos cooperar com vários parceiros nos nossos esforços para combater os incêndios", disse à AFP o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Indonésia, Arrmanatha Nasir.

"Estamos a trabalhar com vários países, incluindo Singapura", acrescentou.

Países como a Malásia, Rússia, Austrália e China vão também prestar assistência.

Lusa

  • Avião da Qatar Airways aterrou na Base das Lajes devido a emergência médica

    País

    Três passageiros de um voo da companhia aérea Qatar Airways, que teve de aterrar este domingo na Terceira, nos Açores, foram assistidos no Hospital de Santo Espírito, naquela ilha. Fonte da Proteção Civil dos Açores disse que se tratou "de uma aterragem de emergência médica", depois de um passageiro se ter "sentido mal", após "alguma turbulência".

  • O último adeus a Fidel Castro
    1:59

    Fidel Castro 1926-2016

    O funeral de Fidel Castro realiza-se hoje em Santiago de Cuba, berço da revolução, numa cerimónia que encerra os nove dias de luto decretados após a morte do ex-Presidente a 25 de novembro, aos 90 anos.

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.