sicnot

Perfil

Mundo

Agressões sexuais no Brasil baixaram, mas analistas consideram problema nacional

As agressões sexuais no Brasil baixaram segundo estatísticas divulgadas sexta-feira, mas os analistas disseram que aquele pequeno declínio apenas mascarava um grande problema nacional.

Eraldo Peres

O Fórum Brasileiro de Segurança Pública, um grupo de respeitados pesquisadores, disse que existiram 47.643 casos de violência sexuais registados em 2014, contra os 51.090 ocorridos em 2013.

No entanto, aquele "crime tem as mais altas taxas de 'não-comunicado'", disse a diretora do grupo Samira Bueno, por isso, acrescentou, é "difícil avaliar se houve realmente qualquer redução".

Mesmo em menor número, um assalto acontece a cada 11 minutos no país, disse o grupo.

Segundo números governamentais, quase 10 por cento daqueles casos não são relatados à polícia.

No Rio de janeiro, que acolhe em 2016 os Jogos Olímpicos, registou 34,5 casos de agressão sexual em 100.000 pessoas.

Uma pesquisa realizada pela Datafolha revelou que 67% dos brasileiros temem uma agressão sexual.

Lusa

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14