sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Norte diz estar pronta para combater qualquer guerra dos EUA

O Presidente da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, disse hoje que o país está preparado para combater qualquer guerra "provocada pelos Estados Unidos", durante a parada militar em comemoração do 70.º aniversário do Partido dos Trabalhadores.

Wong Maye-E

"Hoje, o nosso partido declara com determinação que as nossas Forças Armadas revolucionárias são capazes de combater qualquer tipo de guerra provocada pelos Estados Unidos e estamos prontos para proteger o nosso povo e o céu azul da nossa pátria", disse Kim.

A Coreia do Norte orgulha-se muitas vezes da sua "dissuasão nuclear", acusando os Estados Unidos de tentar iniciar uma guerra de agressão.

O país realizou três testes nucleares e ameaçou avançar para o quarto, como parte de um programa de armas nucleares e mísseis que tem prosseguido apesar das consecutivas sanções internacionais.

Durante a maior parte do discurso de Kim Jong-Un destacou a unidade entre a numerosa população de 24 milhões de habitantes dos militantes do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte, sob o controle da dinastia Kim, desde a sua formação em 1945.

O Presidente elogiou o povo, classificando-o como "a fonte do milagre", que permitiu ao país tornar-se num "Estado socialista poderoso que é independente e auto-suficiente em matéria de defesa".

"O Partido dos Trabalhadores é um partido invencível que forma um conjunto coerente com as pessoas", sublinhou.

Lusa

  • "É pesado dizer a miúdos que ainda ontem os pais estavam a ensinar o atar ténis que vão ficar em prisão preventiva"
    2:49
  • Pecado da gula ameaça maior anfíbio do mundo

    Mundo

    O maior anfíbio do mundo está em sério risco de extinção. Iguaria muito apreciada no Oriente, a salamandra-gigante-da-China já praticamente desapareceu do seu habitat natural, concluiu uma pesquisa realizada durante quatro anos. Em contraste, milhões de animais são reproduzidos em cativeiro e têm como destino restaurantes de luxo.

  • Gases tóxicos expelidos pelo Kilauea ameaçam a população no Havai
    1:51
  • Gilberto Gil cancela atuação em Israel

    Cultura

    O músico brasileiro Gilberto Gil cancelou a atuação que tinha marcada para Telavive, em Israel, no dia 4 de julho, na sequência de protestos em Gaza durante os quais o exército daquele país matou 60 palestinianos.