sicnot

Perfil

Mundo

Egito condena Israel por "uso excessivo da força" em Gaza

O Egito condenou hoje o "uso excessivo" da força contra os palestinianos por parte das "autoridades da ocupação israelita" na Faixa de Gaza e que provocaram sete mortos durante os confrontos com forças de segurança israelita.

Nariman El-Mofty

Em comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros, o Egito pede a Israel que conceda ao povo palestiniano a necessária proteção e termine com as "contínuas" agressões.

De acordo com as autoridades egípcias, essas ações apenas servem para "aumentar a angústia" do povo palestiniano e reduzir as possibilidades de reinício das negociações entre as duas partes, refere a agência noticiosa Efe.

Pelo menos sete palestinianos foram hoje mortos e mais de 80 ficaram feridos durante confrontos em diversos pontos da Faixa de Gaza, perto da fonteira com Israel, e na Cisjordânia, informaram fontes médicas palestinianas.

Israel e a Palestina vivem desde há nove dias uma vaga de violência com ataques e confrontos entre palestinianos e as forças israelitas, com um balanço de quatro mortos israelitas e dez mortos palestinianos.

Lusa

  • As mulheres na clandestinidade durante o Estado Novo
    7:32

    País

    Não se sabe quantas mulheres portuguesas viveram na clandestinidade durante o Estado Novo, mas estiveram sempre lado a lado com os homens que trabalhavam para o Partido Comunista na luta contra a ditadura. Aceitavam serem separadas dos filhos e mudarem de identidade várias vezes ao longo dos anos. A história de algumas destas mulheres estão agora reunidas num livro que acaba de ser lançado.