sicnot

Perfil

Mundo

Nove pessoas, entre as quais crianças, morrem num incêndio próximo de Dublin

Nove pessoas, entre as quais várias crianças, morreram hoje num incêndio junto a uma zona de caravanas e rulotes da comunidade viajante ('travellers'), no sul de Dublin, informou o diretor da polícia irlandesa Diarmuid O'Sullivan.

Peter Morrison

"O que posso dizer neste momento é que morreram nove pessoas e que algumas das vítimas são crianças", afirmou o responsável irlandês aos jornalistas, acrescentando que algumas destas crianças tinham apenas seis meses.

Vários membros de uma família "traveller" terão morrido no incêndio, uma informação que ainda não foi confirmada oficialmente.

Outras pessoas foram transportadas para o hospital devido à inalação de fumo.

As causas do incêndio, que deflagrou por volta das 03:00 GMT em Carrickmines, um subúrbio localizado a cerca de 16 quilómetros de Dublin, estão a ser investigadas.

O presidente irlandês Michael D Higgins classificou o incêndio como uma "terrível tragédia" e enviou condolências às famílias e amigos das vítimas.

Lusa

  • Governo lança linha de crédito de 100 M€ para empresas situadas no interior

    País

    As políticas de valorização do interior, tema escolhido pelo primeiro-ministro, António Costa, abriram o debate quinzenal na Assembleia da República. O primeiro-ministro anunciou que o Governo vai lançar uma linha de crédito de 100 milhões de euros destinada exclusivamente a pequenas e microempresas empresas situadas no interior, a par da reprogramação do Portugal 20/20.

    Direto

  • Cachalote-pigmeu morreu pouco tempo depois de dar à costa em Lisboa
    1:13
  • PSD compara SNS a um "cenário de guerra", Centeno desdramatiza
    2:44

    Economia

    O ministro das Finanças esteve esta amanhã no Parlamento e voltou a não comprometer-se com aumentos salariais na função pública no próximo ano. Deu mesmo a entender que a medida não é prioritária. A discussão passou também pelo Serviço Nacional de Saúde. Centeno desdramatizou as carências mas o PSD comparou o que s passa a um cenário de guerra.