sicnot

Perfil

Mundo

Presidente turco condena "ataque odioso" em Ancara

O presidente turco Recep Tayyip Erdogan condenou o "ataque odioso" contra opositores do governo que deveriam participar num desfile a favor da paz em Ancara, numa explosão que provocou pelo menos 30 mortos e 126 feridos.

Ivan Sekretarev

"Condeno firmemente este ataque odioso contra a união e a paz do nosso país", vincou Erdogan numa declaração divulgada na página da Internet da presidência turca.

Lusa

  • Bombas na Turquia explodiram durante uma marcha pela paz
    1:22

    Mundo

    Pelo menos 30 pessoas morreram, esta manhã, na capital da Turquia. E mais de uma centena ficaram feridas, em duas explosões no exterior da principal estação de comboios da cidade. As bombas explodiram durante uma marcha pela paz. As imagens podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Militares da GNR saem hoje à rua em protesto

    País

    A Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR) e a Associação Nacional de Sargentos da Guarda (ANSG) realizam esta quarta-feira uma ação de protesto em Lisboa devido "à falta de resposta" do Governo às principais reivindicações.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Marcelo termina hoje visita de Estado ao Luxemburgo

    País

    O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, termina esta quarta-feira a visita de Estado de dois dias ao Luxemburgo com uma agenda dedicada a projetos em que estão envolvidos portugueses, além de um almoço com o primeiro-ministro luxemburguês.

  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.