sicnot

Perfil

Mundo

Dois mortos e 49 feridos em incêndio e motim numa prisão do Peru

Um incêndio intencional e um posterior motim no interior da prisão da cidade peruana de Chiclayo, a 780 quilómetros de Lima, causaram dois mortos e 49 feridos, dois deles graves, informaram as autoridades.

O diretor do Instituto Nacional Penitenciário indicou à Rádio Programas do Peru que o incêndio aconteceu pelas 02:30 de sábado (08:30 em Lisboa), em consequência de uma disputa entre dois grupos de reclusos.

Um dos presos deitou cola líquida noutro homem, identificado como Frank Sánchez, e pegou-lhe fogo. O homem não resistiu às queimaduras e morreu enquanto era transportado para o hospital Las Mercedes.

Em comunicado, a Procuradoria de Justiça da região de Lambayeque indicou que o incêndio causou 14 feridos, três deles em estado grave -- um, identificado como Jaime Gil, acabou por morrer no Hospital Regional de Lambayeque.

O fogo gerou um conflito entre os outros reclusos que escalou para um motim, de onde resultaram mais 35 feridos.

Lusa

  • Confrontos no Peru provocam quatro mortos e 20 feridos
    1:28

    Mundo

    Pelo menos quatro manifestantes morreram e mais de 20 pessoas ficaram feridas no Peru, em confrontos com a polícia. O conflito começou com um protesto contra um projeto de exploração mineira nos Andes, sendo que, a situação já levou o governo a decretar o estado de emergência em quatro províncias no sul do país.

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.