sicnot

Perfil

Mundo

Hamas avisa Israel para parar com "loucura" após ataque aéreo mortal

O movimento islâmico palestiniano Hamas, que controla a Faixa de Gaza, alertou Israel contra a continuação da "loucura" e "atos sem sentido", após o ataque aéreo no território que vitimou uma mulher grávida e a filha de dois anos.

© Suhaib Salem / Reuters

"Avisamos o ocupante de que não deve continuar com esta loucura e estes atos sem sentido", disse em comunicado o porta-voz do Hamas em Gaza, Sami Abu Zuhri.

O responsável disse que o ataque aéreo mostra "a vontade [israelita] de escalada".

O ataque foi realizado antes do amanhecer, depois de dois 'rockets' disparados de Gaza em direção ao sul de Israel, que não causaram quaisquer vítimas, de acordo com exército.

Israel justificou que o seu alvo eram duas fábricas de armas do Hamas, depois dos militantes de Gaza terem disparado dois 'rockets' e das seguintes tentativas violentas de palestinianos de atravessar a fronteira.

Um dos foguetes atingiu um campo aberto no sul de Israel e o outro foi intercetado.

Já o ataque aéreo de retaliação israelita em Gaza vitimou uma grávida palestiniana, Nur Hassan, de 30 anos, e a sua filha Rahaf Hassan, com dois anos, e destruiu a sua casa, segundo avançaram os médicos, acrescentando que outras três pessoas estavam presas por baixo dos destroços da casa da família, na zona de Zeitun, na Faixa de Gaza.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.