sicnot

Perfil

Mundo

Presidente sulcoreana em reunião sobre segurança com Obama na próxima semana

A Presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, parte na terça-feira para Washington para uma reunião bilateral com o homólogo, Barack Obama, com a segurança e defesa na agenda, informou a Casa Azul da Presidência em Seul.

© POOL New / Reuters

Park Geun-hye vai encontrar-se com Obama na Casa Branca na próxima sexta-feira, o último dos quatros dias da visita oficial ao país norte-americano, com o qual a Coreia do Sul tem fortes ligações militares e económicas.

Seul espera que o encontro "proporcione uma valiosa oportunidade para trocar em profundidade pontos de vista sobre a aliança entre a Coreia do Sul e os Estados Unidos, assim como sobre a paz e a estabilidade na península coreana e no nordeste da Ásia", adiantou o porta-voz da Casa Azul, citado pela agência local Yonhap.

Esta é a segunda visita oficial aos Estados Unidos de Park Geun-hye e o quarto encontro com Obama desde que a chefe de Estado sul-coreana assumiu o cargo em fevereiro de 2013.

A primeira reunião deste ano entre os dois líderes estava originalmente prevista para junho, mas foi adiada na sequência do surto do novo coronavírus que causou muita inquietação na Coreia do Sul.

Ambas as partes têm avançado que a próxima cimeira bilateral terá como objetivo o reforço das relações em todas as áreas, mas com especial ênfase na aliança de defesa entre os dois países contra aquela que consideram ser a ameaça do regime comunista da Coreia do Norte.

Na verdade, a reunião de sexta-feira foi marcada devido à possibilidade de que a Coreia do Norte leve a cabo num futuro próximo o lançamento de um 'rocket' de longo alcance ou mesmo um quarto teste nuclear.

O regime de Kim Jong-un anunciou em meados de setembro que irá em breve lançar um satélite para o espaço, ação que Seul e Washington consideram como um teste de tecnologia de mísseis intercontinentais, reiterando a Coreia do Norte o seu direito ao desenvolvimento de armas nucleares.

Mas enquanto isso, as relações entre as duas Coreias passam por um momento de distensão, estando marcada para o final deste mês a primeira reunião em quase dois anos das duas famílias separadas pela Guerra da Coreia (1950-1953).

Lusa

  • "Não partilhei SMS com ninguém"
    0:43

    Caso CGD

    António Domingues afirma que nunca revelou o conteúdo das mensagens trocadas com o ministro das Finanças sobre a entrega das declarações de património ao Tribunal Constitucional. O tema dos SMS foi abordado pelo ex-presidente da Caixa na sequência de uma pergunta do PCP sobre declarações feitas por António lobo Xavier no programa da SIC Notícias "Quadratura do Círculo".

  • "As regras europeias de bem estar animal são dogmas", diz diretor-geral de Veterinária
    1:32

    País

    O diretor-geral de Alimentação e Veterinária considera que as regras de bem estar animal que existem na União Europeia (UE) "parecem configurar uma transfiguração antropomórfica dos animais". Em declarações à SIC, a propósito da exportação de animais vivos para países terceiros, que têm outras regras de abate, Fernando Bernardo defendeu ainda que o método usado em Israel provoca uma insensibilização mais rápida do que o praticada na UE.

  • PAN questiona Governo sobre aposta na exportação de animais vivos para o Médio Oriente
    1:56

    País

    O partido Pessoas-Animais-Natureza lembra que à luz do Regulamento nº. 1/2005 do Conselho Europeu, os estados-membros da União Europeia (UE) devem evitar transportar animais vivos em viagens de longo curso. O deputado André Silva considera, por isso, que "o Estado português está a incumprir o regulamento" ao fomentar estas viagens, numa clara aposta económica em torno da exportação de animais vivos para Israel e outros destinos fora da UE. Para o deputado do PAN, é muito difícil ou "mesmo impossível assegurar o bem estar dos animais" em viagens de vários dias.

  • Trump pensou que presidência "seria mais fácil"

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos Donald Trump afirmou que a Presidência é mais difícil do que pensava e que tem saudades da vida que levava antes, em entrevistas a propósito dos primeiros 100 dias em funções.