sicnot

Perfil

Mundo

Buena Vista Social Club tocam na Casa Branca e ligam Havana a Washington

A orquesta Buena Vista Social Club vai tocar quinta-feira na Casa Branca, sendo a primeira banda cubana a atuar na residência oficial do Presidente dos Estados Unidos, simbolizando mais um passo na aproximação entre Havana e Washington.

Franklin Reyes

O grupo, que reúne originais da época de ouro da música cubana, vai estar presente numa cerimónia em honra à comunidade hispânica, que é oferecida pelo Presidente Barack Obama e que contará também com a presença do embaixador de Cuba nos Estados Unidos.

Pensada há dezanove anos pelo músico cubano Juan de Marcos González, o Buena Vista Social Club desde logo se transformou num sucesso mundial, com o primeiro álbum, lançado em setembro de 1997, a vender mais de nove milhões de cópias em todo o mundo.

Anunciado em dezembro do ano passado por Barack Obama e Raúl Castro, a aproximação entre os dois países marcou o fim de meio século de isolamento do regime comunista, com Havana e Washington a restaurarem as relações diplomáticas.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".