sicnot

Perfil

Mundo

Buena Vista Social Club tocam na Casa Branca e ligam Havana a Washington

A orquesta Buena Vista Social Club vai tocar quinta-feira na Casa Branca, sendo a primeira banda cubana a atuar na residência oficial do Presidente dos Estados Unidos, simbolizando mais um passo na aproximação entre Havana e Washington.

Franklin Reyes

O grupo, que reúne originais da época de ouro da música cubana, vai estar presente numa cerimónia em honra à comunidade hispânica, que é oferecida pelo Presidente Barack Obama e que contará também com a presença do embaixador de Cuba nos Estados Unidos.

Pensada há dezanove anos pelo músico cubano Juan de Marcos González, o Buena Vista Social Club desde logo se transformou num sucesso mundial, com o primeiro álbum, lançado em setembro de 1997, a vender mais de nove milhões de cópias em todo o mundo.

Anunciado em dezembro do ano passado por Barack Obama e Raúl Castro, a aproximação entre os dois países marcou o fim de meio século de isolamento do regime comunista, com Havana e Washington a restaurarem as relações diplomáticas.

Lusa

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38