sicnot

Perfil

Mundo

Detidos 5 funcionários da Air France que participaram no protesto da semana passada

A polícia francesa prendeu cinco funcionários da Air France por causa dos confrontos da semana passada, na sede da empresa. Os trabalhadores foram identificados como autores das agressões a dois diretores.

Reuters

As agressões aconteceram durante um protesto contra o despedimento de quase 3.000 pessoas.

Os funcionários interromperam uma reunião entre administradores e sindicatos e os diretores tiveram de sair escoltados do edifício.

A Air France não reagiu, para já, a estas detenções. A imprensa francesa avança que a empresa está a considerar medidas alternativas de restruturação, depois da forte contestação.

  • Air France anuncia reestruturação com despedimentos
    1:04

    Economia

    A Air France anunciou hoje uma reestruturação, que implicará o despedimento de cerca de três mil pessoas. Esta tarde, dois altos quadros da companhia, entre os quais o diretor de recursos humanos, foram agredidos por funcionários, que invadiram as intalações onde decorria uma reunião entre a administração e os sindicatos.

  • Rui Vitória não espera facilidades frente ao Tondela
    1:34

    Desporto

    O líder do campeonato, o Benfica, recebe este domingo o último classificado, o Tondela. Na conferência de antevisão do encontro, Rui Vitória afirmou que não espera facilidades. O treinador do Benfica falou ainda de Sebastian Coates.

  • O primeiro dia de Donald Trump na Casa Branca
    3:05
  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.