sicnot

Perfil

Mundo

Israel promete derrotar o terrorismo

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, prometeu hoje derrotar o "terrorismo" após o aumento de ataques com facas perpetrados por palestinianos, incluindo quatro hoje em Jerusalém.

© Ronen Zvulun / Reuters

Aqueles quatro ataques aumentam para 19 o número de agressões com armas brancas desde 03 de outubro.

"Nós vamos derrotar o terrorismo", afirmou Benjamin Netanyahu, na abertura de uma sessão parlamentar para discutir o aumento da violência.

Benjamin Netanyahu pediu também ao Presidente palestiniano, Mahmoud Abbas, para parar de "incentivar o ódio" e condenar os ataques contra israelitas.

Foram as "execuções, massacres e colonização do Governo de Netanyahu que exacerbaram a violência, o extremismo e o derramamento de sangue", responder Saeb Erekat, número dois da Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

Em vez dos bombardeamentos mortais da segunda intifada, esfaqueamentos estão a ser cometidos por palestinianos sem coordenação aparente. Aqueles esfaqueamentos já provocaram a morte a duas pessoas e fizeram mais de 20 feridos. Dez alegados autores de esfaqueamentos foram mortos pelas autoridades israelitas.

Lusa

  • Médicos e ministro da Saúde voltam hoje às negociações

    País

    O Ministério da Saúde deverá apresentar uma proposta que poderá ser decisiva para a convocação ou não de uma nova greve. O Sindicato Independente dos Médicos e a Federação Nacional de Médicos tinham anunciado, no dia 11 de agosto, que vão realizar uma greve de dois dias na primeira semana de outubro, se a nova proposta negocial não levar em conta o que reivindicam.

  • PJ de Portimão deteve italiano foragido
    0:55

    País

    A Polícia Judiciária de Portimão deteve em Lagos um homem italiano que aguardava extradição. O antigo piloto de automóveis esteve foragido durante quase um ano, depois de ter cortado a pulseira eletrónica.