sicnot

Perfil

Mundo

Homem sobrevive seis dias num deserto australiano alimentando-se de formigas

Um homem de 62 anos sobreviveu durante seis dias num remoto deserto do oeste da Austrália, sem água e a alimentar-se à base de formigas, informam hoje os 'media' locais.

Reuters

Reginald George Foggerdy foi caçar, na quarta-feira, com o seu irmão numa zona desértica situada a cerca de 170 quilómetros da localidade de Laverton, no interior do estado da Austrália Ocidental.

O seu irmão alertou a polícia depois de notar a sua ausência, tendo as autoridades encontrado Reginald George Foggerdy a cerca de 15 quilómetros da sua tenda de campanha, após realizar buscas por terra e por ar.

O homem estava "extremamente desidratado e um pouco delirante (...) não bebeu água durante seis dias", disse o porta-voz da polícia Andy Greatwood à cadeia televisiva ABC, indicando que o caçador passou os últimos dias debaixo de uma árvore e a comer formigas negras.

A mulher do caçador, Arlyn, considerou um "milagre" a sobrevivência de Foggerdy.

  • O insólito cartão amarelo mostrado a Felipe

    Desporto

    Aos 53 minutos do jogo desta quarta-feira entre o Sporting e o FC Porto, a contar para a Taça de Portugal, Jorge Sousa apercebe-se que Felipe enganou-se na camisola que vestiu ao intervalo. O defesa central reentrou com a camisola de Soares. O árbitro mostrou o cartão amarelo e mandou o jogador para o banco trocar de camisola.

  • Dez feridos ligeiros em naufrágio de embarcação em Cascais

    País

    Uma embarcação de recreio com 10 pessoas a bordo naufragou ao largo da Parede, na linha de Cascais. Todos os tripulantes foram resgatados pelas autoridades marítimas e bombeiros e apresentam escoriações ligeiras e sinais de hipotermia. O barco foi entretanto retirado da água e a marginal continua cortada ao trânsito.

  • PS apresenta Lei de Bases da Habitação para abrir debate sobre habitação acessível
    1:19

    Economia

    O PS quer avançar com uma Lei de Bases da Habitação. A proposta apresentada esta quinta-feira propõe a requisição de casas devolutas para habitação e apoios concretos para o arrendamento a preços acessíveis. O líder parlamentar do PS, Carlos César, diz que é tempo de abrir um debate sobre a habitação que acredita que pode resultar numa Lei ainda na atual legislatura.

  • A morte anunciada da ETA

    Mundo

    A organização separatista basca ETA vai anunciar a sua dissolução em 05 de maio, durante uma cerimónia marcada para Bayona, no País Basco francês, disseram à agência Efe fontes conhecedoras do processo.