sicnot

Perfil

Mundo

Israel usará "todos os meios" disponíveis para acabar com a violência palestiniana

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, afirmou hoje que Israel irá usar "todos os meios" à sua disposição para acabar com a violência palestiniana, referindo ainda que novas medidas de segurança estão a ser planeadas.

© POOL New / Reuters

"Vamos usar todos os meios à nossa disposição para restaurar a calma", disse Benjamin Netanyahu, numa intervenção diante do Parlamento israelita.

O governo "vai decidir ainda hoje medidas fortes suplementares" que " produzam efeitos no terreno o mais rápido possível", reforçou.

Na mesma intervenção, Netanyahu advertiu o presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas, de que o governo israelita irá responsabilizá-lo caso exista uma maior deterioração da situação, depois de quase duas semanas marcadas por vários incidentes violentos entre israelitas e palestinianos, incluindo ataques com armas brancas.

O chefe do governo israelita pediu ainda a Abbas que garanta o fim das "incitações ao ódio" do lado palestiniano.

"Em caso de agravamento da situação na sequência de incitações ao ódio, [Mahmud Abbas] será responsabilizado", concluiu.

A violência entre israelitas e palestinianos registou hoje um novo episódio, com a morte de três israelitas em dois ataques em Jerusalém.

Também hoje um palestiniano foi morto em Belém, a sul de Jerusalém na Cisjordânia ocupada, durante confrontos com o exército israelita, segundo indicaram fontes médicas palestinianas.

Segundo uma porta-voz do exército israelita, os soldados dispararam contra um homem que estava a preparar o lançamento de um engenho incendiário contra um veículo militar e que representava uma "ameaça imediata".

Com a morte de Moataz Zawahra, de 28 anos e oriundo do campo de refugiados de Dheicheh em Belém, o número de vítimas mortais desta nova vaga de violência, que teve início a 01 de outubro, já ronda as quatro dezenas: cerca de 30 palestinianos e sete israelitas.

Lusa

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.

  • Mouchão da Póvoa em risco de desaparecer
    1:58

    País

    A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira alerta para o risco de desaparecimento do Mouchão da Póvoa, uma dos três mouchões do Tejo, no concelho. Em causa está a falta de autorização, pedida à Agência Portuguesa do Ambiente, para uma intervenção de emergência nos diques.

  • Lixo, para que te quero?
    23:17
  • Tuk-tuk em protesto oferecem hoje passeios gratuitos em Lisboa

    País

    A Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos (APECATE) promove hoje a iniciativa "Cá vai Lisboa", com passeios gratuitos de tuk-tuk, para alertar a população para a "problemática" regulamentação municipal deste tipo de veículos.

  • Ricardo Robles apresentado como candidato do BE a Lisboa
    1:31

    Autárquicas 2017

    Ricardo Robles foi formalmente apresentado este sábado como candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Lisboa. No encerramento da convenção autárquica do partido, Catarina Martins fez críticas ao Governo, dizendo que o projeto de descentralização do Executivo é perigoso e ameaça a democracia.