sicnot

Perfil

Mundo

Pequim arrecadou 13,8 milhões de euros em multas por poluição

A capital chinesa arrecadou 100 milhões de yuan (13,85 milhões de euros) em multas aplicadas por violação das normas ambientais nos primeiros nove meses do ano, quase o dobro em termos homólogos, noticiou hoje a agência oficial Xinhua.

Reuters

Entre janeiro e setembro, as autoridades de Pequim investigaram 2.492 casos envolvendo poluição da água e do ar, e projetos de construção que não cumpriram com as normas.

Em outubro, a China introduziu taxas para as empresas emissoras de Compostos Orgânicos Voláteis, responsáveis pela formação de PM2.5, as partículas suspensas inaláveis usadas como principal indicador para avaliar a poluição atmosférica.

Fabricantes de mobiliário e empresas dos setores da petroquímica, automóveis e eletrónicos foram as mais afetadas, com multas que variam entre os 10 e o 40 yuan (1,40 euros e 5,5 euros, respetivamente) por quilo de matéria descarregada.

"As multas são superiores aos custos que as empresas teriam se tratassem devidamente as suas emissões, e por isso deverão obrigar à adoção de práticas limpas", escreveu a Xinhua.

A poluição é uma das principais fontes de insatisfação popular na China.

Em Pequim, sede de um município com cerca de 21,5 milhões de habitantes, a qualidade do ar está muitas vezes acima dos limites recomendados pela Organização Mundial de Saúde.

"Iremos declarar guerra à poluição e iremos combatê-la com a mesma determinação com que lutámos contra a pobreza", anunciou o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, no primeiro relatório que apresentou à Assembleia Nacional Popular (parlamento), em março do ano passado.

  • Prisão preventiva para homicida de Barcelos
    1:43

    País

    O alegado homicida de Barcelos vai ficar em prisão preventiva, por quatro crimes de homicídio. Adelino Briote foi ouvido este sábado de manhã no Tribunal de Braga, depois de na sexta-feira ter alegadamente degolado quatro pessoas na freguesia de Tamel, em Barcelos.

  • Homem suspeito de matar a mulher em Esmoriz

    País

    Um homem é suspeito de ter esfaqueado este sábado mortalmente a mulher em Esmoriz, concelho de Ovar, num contexto de violência doméstica, disse à agência Lusa fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR).

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.