sicnot

Perfil

Mundo

Polícia detém na Nova Zelândia empresário suspeito no caso do leite contaminado

Um empresário de 60 anos foi detido na Nova Zelândia por suspeitas no envolvimento no caso do leite para crianças contaminado, que teve de ser retirado não só dos mercados neozelandeses, como de vários países asiático como da China ou da Tailândia.

O leite contaminado teve de ser retirado não só dos mercados neozelandeses, como de vários países asiático como da China ou da Tailândia (AP/ Arquivo)

O leite contaminado teve de ser retirado não só dos mercados neozelandeses, como de vários países asiático como da China ou da Tailândia (AP/ Arquivo)

Sanka Gayashan

Depois de quase 1 ano de investigação, a polícia conseguiu levar a tribunal o responsável pela maior empresa de laticínios do país, que representam mais de 7% do PIB da Nova Zelândia.

Depois das primeiras suspeitas, ainda em 2013, os produtos da marca Fonterra foram retirados, por suspeitas de conterem uma bactéria responsável pelo botulismo. Suspeitas que, mais tarde, se provaram falsas mas que abalaram um dos maiores exportadores de produtos lácteos do mundo.

Já este ano registou-se um novo alerta para o leite em pó desta marca, desta vez devido à presença de um pesticida que obrigou à suspensão de venda dos produtos, em março.

A investigação policial concluiu que o homem, agora detido, agiu sozinho. Apesar desta conclusão, a investigação vai continuar.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51