sicnot

Perfil

Mundo

Venezuela preocupada por alegada ameaça de golpe de Estado contra Dilma Rousseff

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse hoje estar preocupado por uma eventual ameaça de golpe de Estado contra a sua homóloga do Brasil, Dilma Roussef, a quem manifestou o apoio de Caracas.

© Adriano Machado / Reuters

"Nós não vamos ficar calados perante uma tentativa de golpe de Estado no Brasil, nem em nenhum Estado da América Latina e das Caraíbas. Nem nos deixaremos manietar, tapar a boca. Falaremos com voz clara e aberta para apoiar os movimentos populares e o povo do Brasil", disse.

Nicolás Maduro falava durante uma conferência de imprensa em Cochabamba, Bolívia, à margem de uma reunião com o seu homólogo boliviano, Evo Morales, tendo ambos garantido que dispõem de informações sobre fatos desestabilizadores contra o Governo da Presidente brasileira Dilma Roussef.

"Estamos a ver a situação no Brasil com muita preocupação e alarme. Tanto o Presidente Evo Morales como eu manifestamos a nossa preocupação e vamos iniciar um conjunto de consultas porque parece anunciar-se no Brasil um golpe de Estado", disse.

Durante a conferência de imprensa, o Presidente da Venezuela frisou ainda que depois de muito trabalho para "levantar os movimentos populares" e para que "os governos sejam do povo e para o povo" agora "há uma investida contra todos os processos progressistas".

Sobre o encontro com Evo Morales frisou que conversaram "sobre a cooperação no campo militar, a nova doutrina antiamericana das forças armadas" dos dois países.

"Vamos juntar experiências para continuar a fortalecer a coluna vertebral dos processos de independência", frisou.

Lusa

  • Apoiar o Governo "é um dever constitucional"
    0:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa diz que apoiar o Governo é um dever constitucional do Presidente da República. Num balanço do primeiro ano em Belém, Marcelo respondeu assim a quem o acusa de andar com o Governo "ao colo".

  • Brexit só avança com aprovação parlamentar
    3:04

    Brexit

    O Supremo Tribunal britânico decidiu que o Governo precisa de ter a aprovação do Parlamento para avançar com o Brexit. A decisão foi validada por uma maioria de oito contra três juízes e justificada esta terça-feira pelo Supremo britânico. Por consequência, a libra esterlina atingiu a cotação mais alta do ano em relação ao dólar.

  • Primeira-ministra da Escócia apela ao voto contra a saída da UE
    2:25

    Brexit

    Depois da decisão do Supremo Tribunal britânico em relação ao Brexit, a primeira-ministra da Escócia veio pedir aos deputados que votem contra a saída da União Europeia. Nicola Sturgeon vai apresentar uma moção no Parlamento escocês para que este se pronuncie sobre o Brexit.

  • "A Miss Helsínquia é a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza"

    Mundo

    Sephora Lindsay Ikabala venceu o concurso Miss Helsínquia 2017 e, desde então, tem vindo a ser insultada e criticada nas redes sociais. A nigeriana de 19 anos vive na cidade desde criança. "A Miss Helsínquia é literalmente a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza", é apenas um dos muitos comentários que circula nas redes sociais.

  • As propostas Chanel para a próxima estação
    1:34

    Mundo

    Um dos desfiles mais aguardados do mundo da moda aconteceu esta segunda-feira, em Paris, com as propostas da casa Chanel para a próxima estação primavera/verão. No final do desfile, e pela primeira vez em 30 anos, Karl Lagarfeld não deu nenhuma entrevista à comunicação social.