sicnot

Perfil

Mundo

Cura para o cancro pode ter sido acidentalmente descoberta e residir na malária

Cientistas dinamarqueses podem ter dado um passo de gigante na investigação para a cura do cancro, ao descobrirem acidentalmente que a proteína da malária é eficaz na luta contra a doença.

© Stefan Wermuth / Reuters

Os investigadores estavam à procura de uma forma de proteger mulheres grávidas da malária, doença que ataca a placenta. E perceberam que a proteína da malária ataca também células cancerígenas.

Fizeram então uma combinação entre a parte da proteína que é usada na vacina contra a malária com uma toxina - ao entrar numa célula cancerígena, a toxina é libertada matando-a.

O processo foi já testado com sucesso em células e em ratos com cancro e os resultados publicados na revista científica Cancer Cell. Os cientistas esperam ser possível começar ensaios clínicos em humanos dentro de quatro anos.

  • Ronaldo é o jogador que mais preocupa os marroquinos
    2:35
  • Recorda-se de Tahar? O ex-futebolista marroquino que já jogou em Portugal
    6:10
  • "Somos 11 milhões, queremos ser campeões e as russas são grandes canhões"
    3:54
  • "Quero ir com a minha tia", o desespero das crianças afastadas dos pais nos EUA
    2:11