sicnot

Perfil

Mundo

Demitidos três altos cargos da polícia de Ancara após atentados

Três altos quadros da polícia de Ancara foram demitidos hoje na sequência do duplo atentado bombista, ocorrido no fim de semana, na capital turca, que fez 97 mortos.

O duplo atentado bombista, ocorrido no fim de semana na capital turca, causou 97 mortos

O duplo atentado bombista, ocorrido no fim de semana na capital turca, causou 97 mortos

© Stringer Turkey / Reuters

O Ministério do Interior turco afirmou que os funcionários demitidos são o chefe da polícia da área metropolitana de Ancara e os seus chefes dos serviços secretos e de segurança pública, perante as acusações de que houve falhas de segurança.

O Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, prestou hoje homenagem às vítimas, depositando uma coroa de flores em frente à estação ferroviária onde, no passado sábado, dois bombistas suicidas se fizeram explodir no meio de uma multidão que participava numa marcha a favor da paz, convocada por movimentos de oposição.

O governo afirmou que o grupo autoproclamado Estado Islâmico (EI) figura como o principal suspeito daquele que figura como o ataque mais mortífero da Turquia que também deixou mais de meio milhar feridos.

Na terça-feira, Recep Tayyip Erdogan, admitiu possíveis "falhas de Estado" e anunciou a abertura de um inquérito ao ataque, mas recusou a demissão de ministros, como pediu a oposição.

Lusa

  • Trabalhos no viaduto terminaram, mas trânsito continua condicionado em Alcântara
    1:23

    País

    Não há, para já, previsão para o restabelecimento da normalidade em Alcântara. Os trabalhos para colocar o viaduto de Alcântara na posição correta, depois do desvio registado num pilar, decorreram esta madrugada. O trânsito mantém-se por isso condicionado no sentido Cascais-Lisboa, como explicou o repórter da SIC, Paulo Varanda.

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.