sicnot

Perfil

Mundo

Identificada proteína promissora para tratar doença de Alzheimer

Uma proteína que parece desempenhar um papel-chave na doença de Alzheimer foi identificada por cientistas, que acreditam ser importante para o tratamento da patologia neurodegenerativa, revela um estudo publicado esta quarta-feira na revista Science Translational Medicine.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Shannon Stapleton / Reuters

Conhecida como GPR3, a proteína pode, segundo o estudo feito com ratinhos, impedir a acumulação de fragmentos da proteína beta-amiloide no cérebro, que afeta a comunicação normal entre os neurónios.

A formação de placas amiloides no cérebro é considerada a principal causa da doença de Alzheimer, que não tem cura.

"Descobrimos que GPR3, uma proteína ativa no cérebro, jogava um papel significativo na formação de beta-amiloide e na agregação deste peptídeo para formar as placas" amiloides que existem dos doentes de Alzheimer, afirmou, citada pela agência AFP, a investigadora Amantha Thathiah, da Universidade de Lovaina, na Bélgica.

De acordo com Amantha Thathiah, o estudo mostra, por manipulação genética, que "a ausência desta proteína reduz a formação de placas amiloides e o declínio cognitivo" em ratinhos doentes.

Apesar dos modelos de doença de Alzheimer em ratinhos não serem equivalentes aos humanos, pelo que é necessário aprofundar os resultados do estudo em humanos, os cientistas sentem-se motivados pelo facto de haver no mercado medicamentos que têm como alvo este tipo de recetor proteico.

Além disso, realça a investigação, autópsias feitas a cadáveres de pessoas com Alzheimer mostraram que tinham no cérebro níveis elevados de GPR3, e que estes estavam associados à progressão da doença.

Para os especialistas, as moléculas testadas, até ao momento, contra os sintomas da doença de Alzheimer revelaram-se dececionantes: algumas conseguiram parar ou refrear a formação de placas amiloides, mas sem realmente atenuar os sintomas, nomeadamente nas fases precoces da patologia.

Lusa

  • Traço contínuo às curvas
    2:42
  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Jovens impedidas de embarcar de leggings

    Mundo

    A moda das calças-elásticas-super-justas volta a fazer estragos. Desta vez nos EUA onde duas adolescentes foram impedidas de embarcar num voo da United Airlines devido à indumentária, que não cumpria com as regras dos tripulantes ou acompanhantes da companhia aérea norte-americana.

    Manuela Vicêncio

  • Cristas calcula défice de 3,7% sem "cortes cegos" das cativações
    0:45

    Economia

    Assunção Cristas diz que o défice de 2,1% só foi conseguido porque o Governo fez cortes cegos na despesa pública. Esta manhã, depois de visitar uma unidade de cuidados continuados em Sintra, a presidente do CDS-PP afirmou que, pelas contas do partido, sem cativações, o défice estaria nos 3,7%.

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.