sicnot

Perfil

Mundo

Maduro preocupado por alegada ameaça de golpe de Estado contra Dilma

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse hoje estar preocupado por uma eventual ameaça de golpe de Estado contra a sua homóloga do Brasil, Dilma Roussef, a quem manifestou o apoio de Caracas.

© Ueslei Marcelino / Reuters

"Nós não vamos ficar calados perante uma tentativa de golpe de Estado no Brasil, nem em nenhum Estado da América Latina e das Caraíbas. Nem nos deixaremos manietar, tapar a boca. Falaremos com voz clara e aberta para apoiar os movimentos populares e o povo do Brasil", disse.

Nicolás Maduro falava durante uma conferência de imprensa em Cochabamba, Bolívia, à margem de uma reunião com o seu homólogo boliviano, Evo Morales, tendo ambos garantido que dispõem de informações sobre fatos desestabilizadores contra o Governo da Presidente brasileira Dilma Roussef.

"Estamos a ver a situação no Brasil com muita preocupação e alarme. Tanto o Presidente Evo Morales como eu manifestamos a nossa preocupação e vamos iniciar um conjunto de consultas porque parece anunciar-se no Brasil um golpe de Estado", disse.

Durante a conferência de imprensa, o Presidente da Venezuela frisou ainda que depois de muito trabalho para "levantar os movimentos populares" e para que "os governos sejam do povo e para o povo" agora "há uma investida contra todos os processos progressistas".

Sobre o encontro com Evo Morales frisou que conversaram "sobre a cooperação no campo militar, a nova doutrina antiamericana das forças armadas" dos dois países.

"Vamos juntar experiências para continuar a fortalecer a coluna vertebral dos processos de independência", frisou.

Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC