sicnot

Perfil

Mundo

Palestiniano que tentou esfaquear mulher israelita abatido a tiro

Palestiniano que tentou esfaquear mulher israelita abatido a tiro

Israel mobilizou 300 soldados para Jerusalém leste, começou a controlar os acessos à parte oriental da cidade e reforçou a segurança nos transportes públicos. As medidas são a resposta à vaga de ataques dos últimos dias. Só esta quarta-feira, foram neutralizadas duas tentativa de esfaqueamentos de israelitas.

  • Israel reforça patrulhamento policial nas principais zonas árabes
    1:50

    Mundo

    O exército israelita mobilizou centenas de militares para ajudar a polícia na patrulha das principais cidades e conter a escalada da violência que nos últimos 14 dias já matou perto de 40 pessoas, 30 palestinianos e sete israelitas. A mobilização destas companhias militares é a primeira de uma série de medidas aprovadas ontem pelo executivo israelita que tenta travar a vaga de atentados com recurso a armas brancas. A polícia já recebeu luz verde para selar áreas árabes de Jerusalém e revogar o estatuto de residência permanente a cidadãos palestinianos suspeitos de participação em atos de terrorismo, como adianta o correspondente da SIC em Israel, Henrique Cymerman.

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".