sicnot

Perfil

Mundo

Japão, Ucrânia, Egito, Senegal e Uruguai eleitos para o Conselho de Segurança da ONU

O Japão, a Ucrânia, o Egito, o Senegal e o Uruguai foram hoje eleitos para o Conselho de Segurança (CS) das Nações Unidas, com o estatuto de membros não-permanentes e após uma votação da Assembleia geral.

Reuters/Arquivo

Reuters/Arquivo

© Mike Segar / Reuters

Estes cinco países, eleitos para um mandato de cinco anos que se inicia em 1 de janeiro de 2016, tinham sido pré-selecionados numa base regional e não tiveram concorrentes para a votação. Foram eleitos pelos 193 países membros da Assembleia por votação de braço no ar, com resultados que variam entre os 177 para a Ucrânia e os 187 para o Senegal.

O Conselho inclui 15 membros, mas apenas cinco com assento permanente (Estados Unidos, China, Rússia, França e Reino Unido) e os únicos com direito de veto. Os dez outros membros, não-permanentes, são renovados em metade todos os anos e de acordo com uma base regional.

Os cinco novos membros vão substituir a partir de janeiro a Jordânia, Chade, Nigéria, Lituânia e Chile.

Os outros membros não-permanentes são Angola, Malásia, Nova Zelândia, Espanha e Venezuela.

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.