sicnot

Perfil

Mundo

Lula da Silva presta depoimento voluntário ao Ministério Público Federal brasileiro

O ex-Presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva depôs hoje voluntariamente no Ministério Público Federal brasileiro, no Distrito Federal, sobre o inquérito que investiga suposto tráfico de influência em viagens ao estrangeiro.

© Marcos Brindicci / Reuters

Lula da Silva esteve com o Procurador da República Ivan Cláudio Marx e argumentou que "os Presidentes e ex-Presidentes do mundo inteiro defendem as empresas de seus países no exterior. Afirmou também que para ele isso é motivo de orgulho", divulgou o Instituto Lula, em nota.

O ex-Presidente brasileiro é investigado desde julho por supostamente favorecer a construtora Odebrecht na obtenção de contratos durante viagens para África e América Latina, entre 2011 e 2014, quando já não era chefe de Governo.

Lula da Silva também afirmou ao procurador que "todas as suas palestras feitas estão declaradas e contabilizadas, com os devidos impostos pagos, e que jamais interferiu na autonomia do BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social] e nas decisões do banco sobre concessões de empréstimos", citado pelo instituto.

Ainda de acordo com a nota, o ex-Presidente político disse que "sempre procurou ampliar as oportunidades de divulgação de companhias no exterior, com vistas à geração de empregos e divisas para o Brasil" e que "quem desconfia do BNDES não tem noção da seriedade da instituição".

Há uma comissão parlamentar de inquérito no Legislativo brasileiro que investiga os empréstimos do BNDES a empresas.

Lula da Silva poderá voltar a dar explicações ao Ministério Público Federal voluntariamente ou caso convocado.

O ex-Presidente também deverá ser ouvido pela Polícia Federal brasileira sobre os casos de corrupção na Petrobras que envolvem empresários e políticos, inclusive seu antigo ministro da Casa Civil, José Dirceu, que já foi condenado no julgamento do chamado caso Mensalão, o escândalo de compra de votos de parlamentares.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.