sicnot

Perfil

Mundo

Pais acusados de matar filho de 19 anos em sessão espiritual nos EUA

Uma sessão de aconselhamento espiritual terminou em morte numa igreja do estado de Nova Iorque, esta semana, quando um adolescente foi espancado até à morte e o irmão ficou gravemente ferido.

A natureza dos alegados pecados não ficou clara, mas ambos os irmãos tinham nos corpos "traumas provocados por força bruta" devido à agressão de que foram alvo, de acordo com a polícia. (Arquivo)

A natureza dos alegados pecados não ficou clara, mas ambos os irmãos tinham nos corpos "traumas provocados por força bruta" devido à agressão de que foram alvo, de acordo com a polícia. (Arquivo)

© Mike Blake / Reuters

Os pais dos rapazes, Bruce e Deborah Leonard -- de 65 e 59 anos -- foram detidos e enfrentam ambos acusações de homicídio involuntário em primeiro grau, indicou o departamento da polícia de New Hartford.

Outros quatro membros da autodenominada 'Word of Life Church' (Igreja da Palavra da Vida) também foram detidos e acusados de agressão de segundo grau.

"Os dois irmãos foram sujeitos de forma continuada a castigos físicos ao longo de várias horas, esperando-se que assim cada um deles confessasse pecados e pedisse perdão", disse o chefe da polícia, Michael Inserra, na quarta-feira.

A natureza dos alegados pecados não ficou clara, mas ambos os irmãos tinham nos corpos "traumas provocados por força bruta" devido à agressão de que foram alvo, de acordo com a polícia.

Lucas Leonard, de 19 anos, foi declarado morto num hospital na segunda-feira, depois de ter sido para ali transportado por membros do culto.

Horas depois, o seu irmão Christopher, de 17 anos, foi encontrado na igreja.

O irmão mais novo está agora a receber tratamento hospitalar para os ferimentos e encontra-se em "estado grave", segundo a polícia.

"Levámos horas a encontrar Christopher. Os familiares, para ser franco, mostraram-se relutantes em partilhar a informação" do seu paradeiro, disse Inserra.

São esperadas mais detenções no âmbito deste caso.

"Não estamos a dizer que eles tinham a intenção de matar o filho", afirmou o delegado do ministério público do condado de Oneida, Scott McNamara, em conferência de imprensa.

"Estamos apenas a sustentar que eles estavam a tentar ferir gravemente o seu filho e ele acabou por morrer desses ferimentos".

Vizinhos declararam ao site Syracuse.com que a igreja era "uma seita" e que os seus membros eram frequentemente ouvidos a entoar cânticos a meio da noite dentro do edifício que outrora albergou uma escola.

Lusa

  • A casa dos horrores
    7:57

    Mundo

    Um casal foi detido na Califórnia acusado de tortura e escravidão dos 13 filhos: o mais velho tinha 29 anos e a mais nova dois. A polícia encontrou um cenário de horror quando entrou na casa da família, depois de uma das filhas ter fugido pela janela. Crianças e jovens estavam amarrados às camas e todos estavam mal alimentados. Mas nas redes sociais, o casal Turpin divulgava imagens de uma família feliz.

  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45
  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38