sicnot

Perfil

Mundo

Uber divulga acidentalmente informações de 700 condutores nos EUA

A empresa de transportes Uber admitiu hoje ter divulgado acidentalmente informações privadas de quase 700 dos seus condutores nos Estados Unidos da América, tais como fotos de cartas de condução ou números de segurança social.

© Hyungwon Kang / Reuters

A situação foi descoberta depois de alguns funcionários da empresa terem revelado na rede social Reddit que tinham tido acesso a informações de centenas de motoristas.

"Eu acedi à minha conta para verificar o "status" do meu veículo e tropecei em informações de outras centenas de motoristas, incluindo licenças de condução, carteiras de motorista, etc", disse um motorista no Reddit, acrescentando que os dados diziam respeito a "pessoas de muitos estados diferentes".

O porta-voz Uber disse à imprensa que o número de documentos publicados ultrapassou o milhar e que diziam respeito a 674 mil motoristas.

"Nós vamos corrigir a situação no prazo de 30 minutos. Queremos agradecer ao motorista que nos alertou e pedimos desculpas a todos os motoristas que foram afetados", sublinhou a Uber em comunicado.

Lusa

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14