sicnot

Perfil

Mundo

Obama inquieto com intensificação da violência entre palestinianos e israelitas

O Presidente norte-americano, Barack Obama, exprimiu hoje a sua inquietação com a intensificação da violência entre israelitas e palestinianos, apelando a uma redução da tensão que faz pairar o espetro de uma terceira intifada.

Pablo Martinez Monsivais

"Estamos muito inquietos com esta explosão de violência", declarou Obama, durante uma conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo sul-coreano, Park Geun-Hye, na Casa Branca.

Obama condenou, "nos termos mais firmes, todas as violências contra inocentes" e a reafirmou a sua "convicção de que Israel tem o direito de manter a ordem e a lei e proteger os seus cidadãos dos ataques à faca e das violências de rua".

Uma juventude escapando aparentemente a qualquer controlo político tem exprimido a sua cólera contra a ocupação e a colonização israelita.

As agressões mútuas entre palestinianos e colonos são constantes, assim como os confrontos diários entre lançadores de pedras e as forças israelitas e os ataques com utilização de arma branca.

Desde 1 de outubro que a violência já causou 37 mortos, entre os quais vários atacantes, e centenas de feridos do lado palestiniano e sete mortos e dezenas de feridos do lado israelita.

Lusa

  • EUA vão prolongar presença militar no Afeganistão até 2017
    0:54

    Mundo

    Os Estados Unidos vão prolongar a presença militar no Afeganistão até 2017. O anúncio foi feito esta quinta-feira pelo Presidente Barack Obama, que justifica a decisão com o facto das tropas afegãs ainda não estarem preparadas para defender o país dos grupos terroristas.

  • Obama envia tropas para os Camarões para combater Boko Haram

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Barack Obama, informou hoje que pretende enviar 300 militares para a República dos Camarões para operações de inteligência, vigilância e reconhecimento. Segundo um comunicado divulgado hoje pela Casa Branca, Barack Obama anunciou que já foram enviadas 90 pessoas armadas para auto-defesa daquele país africano, que foi vítima de ataques da organização fundamentalista islâmica Boko Haram.

  • Rússia e EUA trocam argumentos após intervenção russa na Síria
    1:54

    Mundo

    Rússia e Estados Unidos continuam a trocar argumentos por causa da intervenção russa na Síria. Vladimir Putin garante que o objetivo é apoiar as autoridades legítimas. Barack Obama reconhece o falhanço em formar uma oposição armada, mas insiste no afastamento de Bashar al Assad. No terreno, o apoio aéreo russo deu já um novo fôlego às tropas de Damasco.

  • "Às vezes o senhor primeiro-ministro irrita-me um bocadinho"
    2:05

    País

    O Presidente da República disse esta quinta-feira de manhã que António Costa é "irritantemente otimista" por teimar em "ver violeta-rosa onde há roxo". Marcelo Rebelo de Sousa recordou ainda Mário Soares numa aula no Colégio Moderno, em Lisboa.

  • Montenegro nunca será candidato contra Passos
    0:50
  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Exame ao sangue descobre cancro um ano antes do reaparecimento

    Mundo

    Uma equipa de investigadores britânicos descobriu uma maneira de identificar o regresso do cancro, com um ano de antecedência. Através de um exame ao sangue, a equipa conseguiu identificar os primeiros sinais da doença, uma série de células invisíveis ao raio-X e à TAC. A descoberta pode vir a permitir tratar o cancro mais cedo e, como resultado, poderá aumentar as chances de o curar.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.