sicnot

Perfil

Mundo

Rússia diz que destruiu 450 alvos do Estado Islâmico e que deserção é generalizada

A Rússia destruiu 450 alvos do grupo radical Estado Islâmico (EI) e realizou perto de 700 missões de combate desde o início da sua intervenção militar na Síria, informou hoje o porta-voz militar russo Andrei Kartapolov.

Raqqa, cidade a nordeste da Síria, bastião dos jihadistas do grupo extremista Estado Islâmico (Reuters/ Arquivo)

Raqqa, cidade a nordeste da Síria, bastião dos jihadistas do grupo extremista Estado Islâmico (Reuters/ Arquivo)

© Rodi Said / Reuters

O general Kartapolov assinalou ainda que "é generalizada" a deserção entre os militantes daquele grupo terrorista.

"Existe um descontentamento crescente entre os comandantes de campo e há evidências de desobediência. A deserção está a tornar-se generalizada", disse.

Segundo Kartapolov, cerca de 100 extremistas passam a fronteira entre a Síria e a Turquia diariamente, abandonando as zonas de combate pelas rotas dos refugiados.

Desde o início da operação militar na Síria, a 30 de setembro, os aviões russos realizaram 669 voos, 115 dos quais noturnos, disse ainda o general numa conferência de imprensa para jornalistas estrangeiros.

Durante a operação foi destruída a infraestrutura dos 'jihadistas' do EI nas províncias de Idleb, Alepo, Homs e no norte de Latakia, sublinhou.

O responsável militar estimou em 50.000 o número de efetivos do Estado Islâmico, adiantando que o grupo possui entre o seu armamento baterias antiaéreas, embora os aviões russos ainda não tenham podido confirmar a sua utilização por parte dos 'jihadistas'.

Kartapolov, vice-chefe do Estado-Maior russo, disse ainda que na Síria não existem vestígios da oposição moderada de que o Ocidente fala.

"No Ocidente falam de oposição moderada, mas nós até agora não a vimos na Síria", afirmou.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.