sicnot

Perfil

Mundo

Rússia diz que destruiu 450 alvos do Estado Islâmico e que deserção é generalizada

A Rússia destruiu 450 alvos do grupo radical Estado Islâmico (EI) e realizou perto de 700 missões de combate desde o início da sua intervenção militar na Síria, informou hoje o porta-voz militar russo Andrei Kartapolov.

Raqqa, cidade a nordeste da Síria, bastião dos jihadistas do grupo extremista Estado Islâmico (Reuters/ Arquivo)

Raqqa, cidade a nordeste da Síria, bastião dos jihadistas do grupo extremista Estado Islâmico (Reuters/ Arquivo)

© Rodi Said / Reuters

O general Kartapolov assinalou ainda que "é generalizada" a deserção entre os militantes daquele grupo terrorista.

"Existe um descontentamento crescente entre os comandantes de campo e há evidências de desobediência. A deserção está a tornar-se generalizada", disse.

Segundo Kartapolov, cerca de 100 extremistas passam a fronteira entre a Síria e a Turquia diariamente, abandonando as zonas de combate pelas rotas dos refugiados.

Desde o início da operação militar na Síria, a 30 de setembro, os aviões russos realizaram 669 voos, 115 dos quais noturnos, disse ainda o general numa conferência de imprensa para jornalistas estrangeiros.

Durante a operação foi destruída a infraestrutura dos 'jihadistas' do EI nas províncias de Idleb, Alepo, Homs e no norte de Latakia, sublinhou.

O responsável militar estimou em 50.000 o número de efetivos do Estado Islâmico, adiantando que o grupo possui entre o seu armamento baterias antiaéreas, embora os aviões russos ainda não tenham podido confirmar a sua utilização por parte dos 'jihadistas'.

Kartapolov, vice-chefe do Estado-Maior russo, disse ainda que na Síria não existem vestígios da oposição moderada de que o Ocidente fala.

"No Ocidente falam de oposição moderada, mas nós até agora não a vimos na Síria", afirmou.

Lusa

  • Quase 200 queixas por dia sobre serviços de saúde em 2017
    1:46

    País

    Foram apresentadas, em 2017, quase 200 queixas por dia sobre o funcionamento dos serviços de saúde públicos e privados. As questões administrativas e os tempos de espera foram as principais razões das mais de 70 mil reclamações recebidas pela Entidade Reguladora da Saúde.

  • Fim de semana com chuva e descida da temperatura

    País

    A chuva regressa hoje a Portugal continental e permanece pelo menos até ao início da semana, prevendo-se ainda uma descida da temperatura máxima entre 04 a 06 graus Celsius, disse à Lusa a meteorologista Cristina Simões.

  • Tribunal pede documentos sobre o BES ao Banco de Portugal

    Economia

    O Tribunal Administrativo de Lisboa deu esta quinta-feira ao Banco de Portugal 20 dias para entregar as ata das reuniões das 48 horas antes da resolução do BES. O regulador da banca foi chamado a prestar esclarecimentos sobre a queda do Banco Espírito Santo, em 2014.

  • 45 anos de Partido Socialista
    3:31

    País

    O PS completou 45 anos esta quinta-feira. Acaso ou não, a festa aconteceu um dia depois de terem ficado concluídos dois acordos com o PSD que fazem renascer o debate sobre o posicionamento ideológico do partido socialista.

  • Senado aprova à tangente novo diretor da NASA

    Mundo

    O Senado norte-americano aprovou na quinta-feira, à tangente, a nomeação do novo diretor da agência espacial norte-americana, com 50 votos favoráveis contra 49, colocando à frente da NASA um cético das alterações climáticas, adiantou a Efe.

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
    Mudar de Vida

    Mudar de Vida

    5ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

    No "Mudar de Vida" desta quinta-feira damos a conhecer mais um caso de quem teve coragem de arriscar e procurar um novo futuro. Susana Moraes é uma economista que decidiu seguir a paixão pela dança. 

  • Mágico comove audiência do Britain's Got Talent com a história de cancro da mulher e da filha
    5:16