sicnot

Perfil

Mundo

Salário mínimo na Venezuela aumenta 30% a partir de novembro

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou na quinta-feira, um aumento de 30% do salário mínimo dos venezuelanos, em vigor a partir do próximo mês de novembro.

© Handout . / Reuters

"Para proteger o salário, decidi decretar um aumento do salário mínimo nacional de 30%", disse Maduro, que falava durante um encontro com trabalhadores que teve lugar na Siderúrgica de Orinoco (Sidor), em Guyana, a 700 quilómetros a sudeste de Caracas.

"Devem ajustar-se, imediatamente, todas as tabelas da administração pública, das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas", frisou, sublinhando que o aumento representa um investimento extraordinário.

Com o novo aumento (o quarto em 2015) o salário mínimo dos venezuelanos sobe de 7.421,66 para 9.649 bolívares (de 1.033 para 1343,49 euros), enquanto o subsídio de alimentação passa a ser de 6.750 bolívares (939,84 euros).

Os venezuelanos queixam-se com frequência dos altos preços dos produtos, num país onde um café custa 70 bolívares (9,74 euros) e um quilograma de carne de vaca ronda os 1.500 bolívares (208,85 euros) à taxa de referência oficial de 6,30 bolívares por cada dólar norte-americano, usada para a importação de produtos prioritários.

Segundo Nicolás Maduro, o aumento vai "muito além" da inflação anual estimada, que "deverá estar à volta dos 80%", apesar do Banco Central da Venezuela não divulgar os dados oficiais sobre a inflação desde janeiro de 2015.

Segundo o Fundo Monetário Internacional e a Comissão Económica para a América Latina e Caraíbas (Cepal) a inflação anual na Venezuela deverá ser superior a 180%.

Lusa

  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Pescador resgatado de um lago gelado na Estónia
    1:08
  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.