sicnot

Perfil

Mundo

Balanço de mortos pela passagem do tufão Koppu pelas Filipinas sobe para 16

O tufão Koppu enfraqueceu mas continua hoje a provocar fortes chuvadas nas Filipinas, inundando dezenas de aldeias e fazendo subir o balanço de mortos para 16.

Reuters

O tufão, que tocou terra no domingo na costa oriental de Luzon, principal ilha das Filipinas, já forçou mais de 60.000 pessoas a abandonarem as suas casas, segundo as autoridades.

Embora enfraquecido, o tufão provocou chuvas torrenciais sobre três cadeias montanhosas, inundando vastas planícies a norte de Manila.

"A água sobe rapidamente e há pessoas nos telhados", disse o diretor-adjunto da proteção civil regional, Nigel Lontoc, à agência France Presse.

Em Santa Rosa, localidade a duas horas de automóvel da capital, são visíveis na beira da estrada dezenas de animais mortos - búfalos, porcos, cães e cabras -, móveis e eletrodomésticos arrastados pelas águas, segundo a agência.

As rajadas de vento provocadas pelo tufão, que inicialmente atingiram os 210Km/hora, diminuíram hoje para 150Km/hora, mas a chuva intensa mantém-se e, segundo os meteorologistas, o tufão só deverá deixar de afetar o território filipino na quarta-feira.

O balanço oficial de vítimas mortais é de 16 pessoas, sete delas mortas no naufrágio de um 'ferry', mas deverá aumentar à medida que forem chegando informações de algumas das aldeias mais afetadas.

As Filipinas são frequentemente afetadas por intempéries, registando em média a passagem de vinte tufões por ano.

  • Marcelo lembra as consequências da demissão de Vítor Gaspar
    1:06

    Caso CGD

    O Presidente da República reitera que o assunto Caixa Geral de Depósitos está fechado. Em entrevista à TVI, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou esta segunda-feira as consequências que a demissão de Vítor Gaspar, ministro das Finanças em 2013, provocou no sistema financeiro para justificar o facto de ter intervindo na polémica com as SMS trocadas entre Mário Centeno e António Domingues.

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne, capital da Austrália. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Pelo menos 18 detidos em protestos no Rio de Janeiro

    Mundo

    Pelo menos 18 pessoas foram esta segunda-feira detidas no Rio de Janeiro, Brasil, depois de confrontos com a polícia durante um protesto contra a privatização da empresa pública de saneamento, que serve o terceiro estado mais povoado do país.

  • O momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado
    1:21

    Mundo

    A investigação ao homicídio do meio-irmão do líder da Coreia do Norte no aeroporto da capital da Malásia está a provocar uma crise diplomática entre os dois países. Esta segunda-feira, um canal de televisão japonês divulgou imagens das câmaras de vigilância do aeroporto que alegadamente captam o momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.