sicnot

Perfil

Mundo

Dez mil migrantes entraram na Macedónia em 24 horas

Dez mil migrantes entraram na Macedónia em 24 horas, entre a tarde de sábado e as 18:00 (17:00 em Lisboa) de domingo, anunciou hoje a polícia macedónia em Skopje.

Reuters

O número corresponde aos divulgados pela Cruz Vermelha local e por organizações não-governamentais.

"Desde a tarde de sábado até domingo às 18:00, 10.000 migrantes foram registados na Macedónia e o fluxo não diminuiu até à meia noite (23:00 em Lisboa)", declarou um responsável da polícia à agência France Presse.

O recorde de entradas em 24 horas foi registado no início de setembro: 12.000.

Hoje de manhã a situação estava calma em Gevgelija e o número de migrantes que procurava entrar na Macedónia tinha diminuído substancialmente, segundo um repórter fotográfico da AFP no local.

Esta nova grande vaga de refugiados na rota dos Balcãs pode provocar saturação mais a norte na fronteira entre a Sérvia e a Croácia e a noroeste entre a Croácia e a Eslovénia.

A entrada de migrantes em território croata decorre em "câmara lenta" depois de a Eslovénia ter informado que limitaria a entrada no seu território a 2.500 migrantes por dia.

A Eslovénia tinha-se tornado o novo país de trânsito dos que chegavam da Sérvia e da Croácia após o encerramento na sexta-feira à noite pela Hungria da sua fronteira com a Croácia.

Um milhar de migrantes esperava hoje de manhã poder atravessar a fronteira entre a Croácia e a Eslovénia depois de ter sido impedido de o fazer durante a noite, segundo fonte policial.

Na fronteira servo-croata, várias centenas esperavam entrar na Croácia, numa atmosfera pesada devido ao frio e à chuva.

  • Rota dos refugiados passa agora pela Eslovénia
    2:08

    Mundo

    A Hungria fechou a fronteira com a Croácia obrigando os refugiados a procurarem outra solução para entrar na União Europeia.O caminho dos migrantes passa agora pela Eslovénia que vai, a partir de hoje, permitir a passagem a milhares de pessoas, na sua maioria a caminho da Alemanha.

  • Milhares protestam contra Donald Trump no Dia do Presidente
    1:55

    Mundo

    Milhares de pessoas voltaram a protestar contra Donald Trump, nos Estados Unidos da América. As marchas em várias cidades aconteceram no feriado que assinala o Dia do Presidente. Os manifestantes exigiram a destituição do chefe de Estado.

  • O mistério da morte do meio irmão de Kim Jong-un
    2:32
  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Homens e mulheres nas tarefas domésticas
    2:09

    País

    Nas gerações mais novas, já há sinais de mudança na divisão e partilha de tarefas em casa. No entanto, entre os mais velhos, as tarefas de casa são quase sempre obrigação da mulher. A igualdade entre homens e mulheres é ainda miragem dentro de casa e em termos de salários.