sicnot

Perfil

Mundo

Dilma Rousseff afirma que o seu Governo "não está envolvido" em casos de corrupção

A Presidente brasileira, Dilma Rousseff, afirmou hoje em Helsínquia que o seu Governo "não está envolvido em nenhum escândalo de corrupção" e que não está a ser acusado.

Reuters

Reuters

© Lehtikuva Lehtikuva / Reuters

Ao ser questionada sobre o escândalo de corrupção na petrolífera estatal Petrobras, que envolve subornos, branqueamento de capitais e organizações criminosas, e já gerou prisões de empresários e políticos, Rousseff afirmou que "não é a empresa que está envolvida no escândalo, são pessoas que praticaram corrupção, e elas estão presas".

A Presidente brasileira também foi questionada, durante uma conferência de imprensa, sobre declarações do Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, que afirmou "lamentar" que o Governo brasileiro esteja envolvido em escândalos. Rousseff escusou-se a comentar as palavras de Cunha e afirmou que "não é o Governo" que está a ser acusado.

Cunha é investigado por supostamente receber subornos sobre contratos da Petrobras e de enviar o dinheiro ilegal para contas secretas na Suíça.

Dilma Rousseff encontra-se hoje na Finlândia numa visita oficial que incluiu também a Suécia.

Lusa

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Detida no Brasil portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos
    3:04

    Mundo

    A Polícia do Rio de Janeiro deteve uma portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos. Ana Resende fazia-se passar por funcionária do consulado e prometia vistos e outros documentos para tirar dinheiro das vítimas. Esta é a terceira vez que a polícia brasileira detém a portuguesa por acusações de burla.