sicnot

Perfil

Mundo

Tribunal brasileiro aprova extradição de mafioso para a Itália

O Supremo Tribunal Federal do Brasil aprovou hoje a extradição para Itália de Pasquale Scotti, membro de uma família mafiosa, que estava a monte há 24 anos e foi preso em maio em Recife, no nordeste do país.

© Handout . / Reuters

A decisão do tribunal, que deverá ser confirmada pela Presidente brasileira, Dilma Rousseff, depende do governo italiano comprometer-se em aplicar a Scotti uma pena de até 30 anos de prisão, o máximo que se aplica no código penal brasileiro, segundo o tribunal.

Scotti foi condenado à revelia na Itália a uma pena de prisão perpétua em 1991 pela sua participação em assassinatos cometidos entre 1982 e 1983, estando foragido da justiça italiana desde 1986.

O italiano vivia há anos no Recife, capital do estado de Pernambuco - sob o nome falso de Francisco de Castro Visconti - e tem dois filhos brasileiros.

Em sua defesa, Scotti alegou que é "perseguido político", que fugiu da Itália porque corria o risco de ser executado na prisão e, além disso, alegou motivos humanitários, já que se for extraditado não poderá participar da educação dos seus filhos, argumentos que foram rejeitados pelo tribunal brasileiro.

Lusa

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.