sicnot

Perfil

Mundo

Amnistia pede medidas para evitar nova crise migratória no sudeste asiático

A Amnistia Internacional (AI) instou hoje os governos do sudeste asiático a tomarem medidas urgentes para evitar uma nova crise migratória na região, semelhante à que aconteceu em maio deste ano. As Nações Unidas estimam que, no primeiro semestre de 2015, cerca de 31 mil pessoas tenham feito a perigosa travessia de Myanmar (antiga Birmânia) e do Bangladesh com destino à Malásia.

© Soe Zeya Tun / Reuters

Muitos dos passageiros, a maioria muçulmanos birmaneses de etnia rohingya e emigrantes do Bangladesh, caíram nas mãos de traficantes, que os mantiveram cativos em barcos durante meses.

Num relatório publicado hoje, a AI expõe as constantes agressões, violações e homicídios relatados em entrevistas a 180 sobreviventes.

"A verdade é que aqueles com quem temos falado são 'sortudos' por terem chegado à costa (...) Muitos outros morreram no mar ou foram traficados para campos de trabalho forçado", diz Anna Shea, investigadora para os refugiados da AI.

Com o fim do período das monções, a organização alerta que milhares de pessoas podem voltar a arriscar-se no mar e que existe o risco de uma repetição dos acontecimentos de maio, quando os traficantes abandonaram à deriva centenas de pessoas depois de a Tailândia e a Malásia terem iniciado uma campanha para combater as redes de tráfico humano que atuam na zona.

"Os governos devem fazer mais para prevenir que se repita esta tragédia humana", afirma a investigadora, recomendando maior cooperação entre os executivos regionais.

Lusa

  • Avião da Qatar Airways aterrou na Base das Lajes devido a emergência médica

    País

    Três passageiros de um voo da companhia aérea Qatar Airways, que teve de aterrar este domingo na Terceira, nos Açores, foram assistidos no Hospital de Santo Espírito, naquela ilha. Fonte da Proteção Civil dos Açores disse que se tratou "de uma aterragem de emergência médica", depois de um passageiro se ter "sentido mal", após "alguma turbulência".

  • O último adeus a Fidel Castro
    1:59

    Fidel Castro 1926-2016

    O funeral de Fidel Castro realiza-se hoje em Santiago de Cuba, berço da revolução, numa cerimónia que encerra os nove dias de luto decretados após a morte do ex-Presidente a 25 de novembro, aos 90 anos.

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.