sicnot

Perfil

Mundo

Deputados de oposição a Dilma entregam pedido de impugnação na Câmara

Deputados opositores ao Governo de Dilma Rousseff entregaram hoje um novo pedido de impugnação da Presidente ao presidente da Câmara do país que apesar de fazer parte de um partido da coligação no poder, se opõe à chefe do executivo.

Dilma Roussef, Presidente do Brasil.

Dilma Roussef, Presidente do Brasil.

© Lehtikuva Lehtikuva / Reuters

Este novo pedido é iniciativa de três juristas, entre eles Helio Bicudo, um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT, de Rousseff e Lula da Silva) e é apoiado pelo principal partido de oposição, o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

O novo pedido de "impeachment" considera que o Governo de Rousseff cometeu irregularidades fiscais no atual mandato, iniciado em janeiro deste ano.

A entrega do texto na Câmara presidida por Eduardo Cunha, estava prevista para a terça-feira, mas só ocorreu hoje.

A iniciativa faz referência a uma maquilhagem nas contas públicas de 2014, durante a campanha eleitoral, de forma a não prejudicar a imagem de Rousseff, e ao uso de empréstimos de bancos públicos para pagar benefícios sociais, o que não é permitido.

Eduardo Cunha recebeu o documento e adiantou que vai observar a legalidade do pedido, mencionado pela imprensa brasileira.

O Presidente da Câmara está a ser investigado por suspeita de ter recebido suborno sobre contratos da Petrobras, e pelo envio de dinheiro a contas na Suíça.

Após ter as contas de 2014 rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União, órgão consultivo do Congresso, o Governo brasileiro afirmou que os empréstimos dos bancos públicos também foram feitos por presidentes anteriores, e que Rousseff só usou dessa manobra para manter os programas sociais.

A Presidente tem dito, assim como ministros do país, que o "impeachment" é uma tentativa da oposição de fazer um "golpe de Estado".

Para o processo de "impeachment" avançar no Congresso, deve ser aceite pelo presidente da Câmara dos Deputados, cargo atualmente exercido por Eduardo Cunha, do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), opositor de Rousseff apesar de o seu partido integrar a coligação governamental.

Em seguida, o pedido é analisado por uma comissão da Câmara que reúne deputados de diferentes partidos e, caso a decisão aprove o requerimento, o pedido passa para votação dos deputados, sendo necessária uma aprovação de dois terços (342 deputados) para o processo seguir.

O passo seguinte é a suspensão do Presidente do cargo e o julgamento no plenário do Senado, em caso de crime de responsabilidade, ou no Supremo Tribunal Federal, em caso de crime comum.

Caso o Presidente venha a perder o mandato, quem assume o cargo é o vice-Presidente, atualmente Michel Temer, do PMDB.

Lusa

  • Marcelo lembra as consequências da demissão de Vítor Gaspar
    1:06

    Caso CGD

    O Presidente da República reitera que o assunto Caixa Geral de Depósitos está fechado. Em entrevista à TVI, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou esta segunda-feira as consequências que a demissão de Vítor Gaspar, ministro das Finanças em 2013, provocou no sistema financeiro para justificar o facto de ter intervindo na polémica com as SMS trocadas entre Mário Centeno e António Domingues.

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne, capital da Austrália. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Pelo menos 18 detidos em protestos no Rio de Janeiro

    Mundo

    Pelo menos 18 pessoas foram esta segunda-feira detidas no Rio de Janeiro, Brasil, depois de confrontos com a polícia durante um protesto contra a privatização da empresa pública de saneamento, que serve o terceiro estado mais povoado do país.

  • O momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado
    1:21

    Mundo

    A investigação ao homicídio do meio-irmão do líder da Coreia do Norte no aeroporto da capital da Malásia está a provocar uma crise diplomática entre os dois países. Esta segunda-feira, um canal de televisão japonês divulgou imagens das câmaras de vigilância do aeroporto que alegadamente captam o momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.